Curso de Organizador de Eventos é um dos mais procurados

O ramo de eventos é um dos que mais cresce em Teresina. Independentemente do tamanho, se bem organizado, um evento pode trazer grandes benefícios para quem aposta neste segmento, bem como, retorno financeiro e uma boa reputação no mercado. Segundo dados recentes da Junta Comercial do Estado do Piauí, existem 490 empresas no ramo de organização, produção e promoção de eventos em Teresina.

Diante da exigência cada vez maior por profissionais qualificados, a Fundação Wall Ferraz oferta o curso de Organizador de Eventos, em parceria com a Igreja Adventista do Sétimo Dia do bairro Pirajá, na zona Norte da capital.

O curso, que faz parte do Programa Profissionalizar Teresina, teve 33 alunos inscritos e foi um dos mais procurados no primeiro semestre. Com carga de 70 horas, o curso é divido em dois módulos: formação socioprofissional e formação específica.  Durante as aulas, os alunos irão aprender, em aulas teóricas e práticas, a coordenar, gerenciar, planejar, captar, promover, realizar e prestar serviços especializados para que os eventos aconteçam. O curso foi iniciado no fim de junho e segue até a segunda semana de setembro.

Para a presidente em exercício da Fundação Wall Ferraz, Nilza Melo, a oferta do curso de Organizador de eventos sempre gera uma grande expectativa para quem almeja qualificação nesta área: “Trabalhamos com um público que busca qualificação profissional que oportunize a inserção no mercado de trabalho formal e também o empreendedorismo. Temos um mercado muito promissor que exige profissionais que se destacam pelo seu dinamismo e criatividade”, destacou.

Nesta nova etapa do Programa Profissionalizar Teresina, realizada em parceria com entidades, além do curso de Organizador de Eventos, mais seis cursos estão sendo ofertados em diferentes regiões da cidade. São eles: Operador de microcomputador, corte de cabelo e barbearia, operador de caixa, assistente administrativo, corte e costura em tecido e agente de portaria. Ao todo, foram 220 vagas distribuídas em turmas que contemplam oito bairros de Teresina.

Os cursos de formação inicial e continuada desta etapa do Programa Profissionalizar Teresina que foram iniciados em junho e seguem até outubro, são destinados principalmente a jovens e adultos de baixa renda.

Fundação Wall Ferraz divulga 14º convocação de instrutores

Mais quatro instrutores foram convocados para compor o quadro de profissionais da Fundação Wall Ferraz. O resultado da décima quarta convocação foi divulgado na manhã desta terça-feira, dia 10. Os convocados vão atuar em diversos cursos profissionalizantes, workshops e oficinas de formação inicial e continuada que a instituição promoverá ao longo deste ano nos Centros de Capacitação da cidade e também com as entidades parceiras.

Os candidatos convocados deverão comparecer nos dias 11 e 12 de julho, das 8h às 13h na sede da FWF, para apresentação e entrega dos documentos exigidos para a contratação temporária.  Ao todo, a FWF já convocou este ano mais de cem instrutores que atuam em cursos profissionalizantes nas áreas de gestão, informática, alimentação, ambiente e saúde.

Os instrutores convocados irão atuar ministrando disciplinas nos cursos de Operador de Microcomputador, Assistente Administrativo, Recepcionista e Vendedor.

“Com esta décima quarta convocação de instrutores aprovados nós renovamos mais uma vez o principal objetivo da Fundação Wall Ferraz, que é levar qualificação profissional ao teresinenses por meio de profissionais qualificados e preparados”, pontua Nilza Melo, Presidente em exercício da Fundação Wall Ferraz.

A FWF fica localizada na Praça Marechal Deodoro da Fonseca (Praça da Bandeira), Nº 900, ao lado da Prefeitura de Teresina. Os instrutores convocados que não comparecerem no prazo determinado serão considerados desistentes, sendo automaticamente excluídos do Processo Seletivo Simplificado, convocando-se o candidato imediatamente subsequente.

As inscrições para o Processo Seletivo de Instrutores Nº 001/2018 aconteceram no período de 05 a 09 de fevereiro de 2018 e o resultado final foi divulgado no dia 2 de março, no site da Fundação Wall Ferraz.

Edital de convocação de instrutores

Profissionalizar para Inserir leva capacitação para cadeirantes de Teresina

Vinte membros da Associação dos Cadeirantes de Teresina (Ascamte) iniciaram o curso de Artesanato em Papel ofertado pela Fundação Wall Ferraz. A parceria entre as instituições visa dar oportunidade de qualificação profissional e incentivar a iniciação produtiva e o empreendedorismo. O curso tem carga horária de 30 horas e será realizado de junho a setembro.

O curso faz parte do Projeto Profissionalizar para Inserir, que tem como objetivo levar profissionalização a públicos em situação de vulnerabilidade social e desenvolver uma política dirigida a grupos com demandas específicas, construída de maneira coletiva com as representações do segmento para a realização de uma capacitação de qualidade e cada vez mais inclusiva.

“O curso tem sido uma grande surpresa, pois muitos de nós nunca tínhamos tido nenhum contato com cursos na área de artesanato. Nossas expectativas são enormes e todos já querem iniciar as aulas práticas. A Fundação Wall Ferraz está de parabéns por nos proporcionar este momento ímpar, ” relatou o presidente da Ascamte, Wilson Gomes.

“Essa parceria com a Ascamte busca atender demandas especificas desse grupo, promover capacitação e avançar na perspectiva de inclusão no mercado de trabalho e autonomia produtiva”, pontua Nilza Melo, presidente em exercício da Fundação Wall Ferraz.

Além da Ascamte, a Fundação Wall Ferraz vai levar capacitação e qualificação profissional a mais dez instituições parceiras. São elas: Espaço de Convivência Amor de Tia, CAPS III, CAPS AD, CREAS, Casa do Oleiro, Casa Esperança e Vida, Casa do Caminho, Centro de Referência Esperança Garcia, Centro POP e Associação Pestalozzi. Desta forma, o Projeto Profissionalizar para Inserir levará cursos e oficinas de formação inicial e continuada às mulheres vítimas de violência, dependentes químicos, juventude negra, população em situação de rua, entre outros públicos em vulnerabilidade e risco social.

População de rua e pessoas em tratamento da dependência química iniciam curso de Corte de Cabelo e Barbearia

Mais duas turmas do curso de Corte de Cabelo e Barbearia foram iniciadas esta semana. A Casa do Oleiro e Casa do Caminho, entidades que atendem pessoas em situação de vulnerabilidade e risco social foram beneficiadas com o curso ofertado pela Fundação Wall Ferraz (FWF), através do Projeto Profissionalizar para Inserir.

O projeto desenvolve uma política dirigida com base em demandas específicas e construídas de maneira coletiva com as representações de cada segmento para a realização de uma capacitação mais efetiva e inclusiva. O curso de Corte de Cabelo e Barbearia tem se mostrado bastante promissor, levando em consideração a realidade da cidade, onde o segmento das barbearias tem se consolidado.

A Gerente de Capacitação da FWF, Thayse Aguiar ressalta que “As expectativas são muito boas para os alunos que iniciaram este curso, principalmente pelo crescimento de novas oportunidades de empregabilidade. A oferta desse curso na Casa do Caminho e Casa do Oleiro visa dar oportunidade de mudança na vida dessas pessoas, que estão dando um passo na profissionalização e qualificação para inserção e reinserção no mercado de trabalho” afirma a Gerente.

“O nosso primeiro dia de aula foi bem proveitoso, os alunos estavam muito interessados e participativos. Teremos aulas e oficinas práticas de corte masculino e barbearia estilizada focando justamente nas exigências do mercado atual. Na Casa do Oleiro as atividades da Casa irão encerrar junto com o curso, o que vai possibilitar que após o período de tratamento os acolhidos possam ter a oportunidade de se inserirem no mercado formal ou mesmo trabalharem de maneira autônoma”, pontua a instrutora do curso, Keila Silveira.

A Casa do Oleiro é uma unidade terapêutica que acolhe homens e mulheres para tratamento de dependência. A unidade sem fins lucrativos trabalha com recuperação e reabilitação dos usuários e familiares que sofrem com as consequências do uso abusivo e dependência do álcool, crack e outras drogas.

A Casa do Caminho disponibiliza acolhida noturna, higienização, alimentação e articulação com a rede socioassistencial, a fim de garantir a proteção social para as pessoas que estão em situação de rua.

Além da Casa do Oleiro e Casa do Caminho, mais nove organizações sociais e governamentais vão receber os cursos de qualificação profissional ofertados pela Fundação Wall Ferraz. São elas: Ascamte, Amor de Tia, CAPS III, CAPS AD, CREAS, Casa Esperança e Vida, Centro de Referência Esperança Garcia, Centro POP e Pestalozzi. Os cursos ofertados vão atender mulheres em situação de vulnerabilidades social, pessoas com deficiência, em situação de rua, em tratamento de câncer, dependentes químicos e jovens que cumprem medias socioeducativas.

Encerramentos de cursos marcam o mês de junho nos Centros de Capacitação da FWF

Até o início de junho, 12 turmas de qualificação profissional do Projeto Profissionalizar Teresina foram encerradas, o que permitiu que mais de 300 pessoas tivessem acesso gratuito à capacitação e qualificação profissional. Até o final do mês, mais 14 turmas devem ser finalizadas totalizando 28. A segunda etapa do programa Profissionalizar Teresina terá início ainda em junho e será realizada em parceria com entidades comunitárias.

Em março deste ano, o Projeto profissionalizar Teresina abriu mais de 600 vagas em 16 cursos profissionalizantes que abrangiam as mais diversas áreas de atuação e oportunizou a qualificação de jovens e adultos de diferentes bairros da cidade. Ao longo de dois meses, instrutores e alunos movimentaram os 12 Centros de Capacitação da Fundação Wall Ferraz, trocaram experiências e vivenciaram dentro e fora da sala de aula momentos de aprendizado constante

“A cada encerramento de curso, nosso sentimento é de que nós, da Fundação Wall Ferraz, demos o nosso melhor e conseguimos levar para a população curso de qualidade, com instrutores capacitados que com certeza fizeram a diferença na vida de cada aluno”, pontua a Gerente de Capacitação da FWF.

“O curso só veio contribuir para a minha formação profissional. Eu escolhi fazer esse curso por ser uma área bastante ampla, expansão e promissora aqui em Teresina”, afirmou Junior Ferreira, concludente do curso de Operador de Call Center, realizado no Centro de Capacitação do bairro Itaperu, zona Norte de Teresina.

Glaucione Costa, aluna do curso de Recepcionista do Centro de Capacitação do Redenção, não mediu esforços em busca de qualificação profissional: “Soube através de uma tia e não posso negar que foi muito difícil estar aqui todos os dias pois eu tenho três filhos pequenos. Mesmo assim não deixei as dificuldades me pararem. Agora eu adquiri minha primeira qualificação e quero seguir nessa área, trabalhar com atendimento ao público, quero fazer outros cursos na área e me inserir no mercado de trabalho”.

Nem mesmo a distância afastou quem vê na Fundação Wall Ferraz uma oportunidade de qualificação profissional e cidadania. Simone Silva, aluna de Vendas do Centro de Capacitação do Dirceu e moradora do Vale do Gavião, viu na distância uma dificuldade, mas não se deixou abater e garante que isso só lhe dará bons resultados: “Eu tive uma grande oportunidade na vida com esse curso. Nossos instrutores eram excelentes e nos motivaram todos os dias a não desistir e buscar cada vez mais qualificação. Recomendo pra todo mundo e já me vejo trabalhando na área”, afirma com empolgação.

Jorge Magno, aluno do curso de Corte de Cabelo e Escova já sonha em montar o próprio negócio ao lado de colega curso: “Minha vontade agora, após a finalização do curso, é de montar meu próprio negócio na área de corte de cabelo e barbearia e crescer profissionalmente”, conclui o aluno do curso de Corte de Cabelo e Escova ofertado no Centro de Capacitação do bairro Matadouro.

Os 16 cursos ofertados em 28 turmas pela Fundação Wall Ferraz nesta primeira etapa do “Profissionalizar Teresina” foram: Agente de Portaria, Eletricista Predial, Assistente Administrativo, Balconista de Farmácia, Recepcionista, Vendedor, Operador de Call Center, Operador de Caixa, Corte de Cabelo e Escova, Depilação, Manicure e Pedicure, Cuidador de Idoso, Operador de Microcomputador, Designer Gráfico, Panificação e Salgadeiro.

Projeto “Profissionalizar para Inserir” vai qualificar cadeirantes de Teresina

Em busca de atender as demandas de promoção de capacitação e avançar na perspectiva de inclusão no mercado de trabalho, a Fundação Wall Ferraz, através do projeto “Profissionalizar para Inserir”, vai ofertar oportunidades de ingresso das pessoas com deficiência em turmas específicas de Artesanato em Papel a fim de reforçar a importância do estímulo a iniciação produtiva e empreendedorismo. O curso deve ter início em junho.

Em reunião realizada com representantes da Ascamte (Associação de Cadeirantes do Município de Teresina) e assessores técnicos da FWF foram ouvidas as demandas do grupo e as adequações de horários que devem ser feitas para que o atendimento seja viabilizado.

“Esse curso de Artesanato em Papel, ofertado pela Fundação Wall Ferraz a Ascamte tem como principal finalidade habilitar os cadeirantes para uma atividade produtiva, de modo que após esse curso o grupo possa desenvolver atividades no ramo autônomo, de empreendedorismo, melhorando sua renda, obtendo independência financeira”, pontua a Assessora Técnica da Fundação Wall Ferraz, Elimária Marques.

“O curso na área de artesanato é bastante viável para os cadeirantes que querem uma renda, que querem aprender e empreender”, afirma o presidente Ascamte, Wilson Gomes.

A Fundação Wall Ferraz, que através do projeto “Profissionalizar para Inserir”, também oferece formação inicial e continuada às mulheres vítimas de violência, dependentes químicos, juventude negra e população LGBT, visando sua profissionalização e inserção no mercado de trabalho desenvolve uma política dirigida também aos deficientes com base em suas demandas específicas e construídas de maneira coletiva com as representações do segmento para a realização de uma capacitação mais efetiva e de qualidade.

 

FWF inicia segunda etapa do projeto Parceiros da Profissionalização

Buscando sempre ofertar educação profissional ao teresinenses, a Fundação Wall Ferraz (FWF) em parceria com a Fundação João Alves de Deus (Funjad), inicia a nova etapa do projeto Parceiros da Profissionalização. Nesta segunda etapa estão sendo disponibilizadas 80 vagas para cursos em diferentes áreas. As inscrições são gratuitas, tem início nesta sexta-feira, dia 23 e serão realizadas na sede da Funjad, localizada, no bairro São Joaquim, zona Norte de Teresina.

A parceria entre a FWF e a FUNJAD tem garantido a oferta de cursos com resultados bastante positivos buscando sempre levar capacitação e oportunidade de inserção no mercado de trabalho. Esse é o quinto ano em que se consolida essa parceria, que já garantiu a qualificação profissional para mais de 400 jovens e adultos

Os cursos ofertados são de Eletricista Predial, Refrigeração e Climatização, Bolsa Artesanal em Tecido e Artesanato em EVA. Para matrícula o interessado deve apresentar cópia do RG, CPF, Comprovante de endereço e comprovante da escolaridade.

Os alunos irão receber material didático básico gratuitamente e terão o acompanhamento de instrutores durante todo o curso com aulas práticas e teóricas. Ao terminarem os cursos, os alunos estarão aptos a colocar em prática o conteúdo aprendido em sala de aula e ingressarem no mercado de trabalho.

CLIQUE AQUI E CONFIRA OS CURSOS DISPONÍVEIS

FWF faz quarta convocação de instrutores aprovados em processo seletivo

A Fundação Wall Ferraz (FWF) realiza a quarta convocação de aprovados no Processo Seletivo de Instrutores para atuarem em diversos cursos profissionalizantes, workshops e oficinas de Formação Inicial e Continuada que a instituição promoverá ao longo de 2018 nos Centros de Capacitação da cidade.

Os 17convocados devem comparecer nos dias 26 a 27 de março, das 8h às 13h, na sede da FWF, que fica localizada na Praça Marechal Deodoro da Fonseca (Praça da Bandeira), Nº 900, ao lado da Prefeitura.

Os instrutores convocados atuarão nas áreas de Alimentação, Informática, Formação Socioprofissional e Gestão e Negócio e Ambiente e Saúde e Infraestrutura, ministrando disciplinas nos cursos de Panificação, Salgadeiro, Operador de microcomputador, Operador de Caixa, Designer Gráfico, Balconista de Farmácia, Cuidador de Idoso e Eletricista Predial.

As inscrições para o processo seletivo de instrutores Nº 001/2018 aconteceram de forma eletrônica no site da Fundação Wall Ferraz, no período de 05 a 09 de fevereiro, e o resultado final do processo seletivo foi divulgado no dia 2 de março, no site da Fundação Wall Ferraz.

Confira a lista de convocados

FWF vai capacitar profissionais que cuidam de idosos em Teresina

Nos últimos anos tem aumentado significativamente o número de idosos entre os brasileiros. Entre 2012 a 2016 esse crescimento foi de 14,4%, segundo dados do IBGE.  Desta maneira, a Fundação Wall Ferraz, em parceria com as casas e instituições que cuidam de idosos na cidade de Teresina e atendendo a uma solicitação do Ministério Público, vai ofertar o curso de Cuidador de Idoso aos profissionais que já atuam na área.

O curso terá 160 horas/aulas e qualificará 26 profissionais da Casa São José, Lar de Santana, Flores de Maria, Casa de Manain e Abrigo São Lucas e será realizado na sede da Biblioteca Abdias Neves, no horário de 14h às 17h, às segundas, quarta e sexta-feira. A Biblioteca Abdias Neves é mantida pela Prefeitura de Teresina, através da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves e cedeu temporariamente a sala para a realização do curso.

Para a Presidente da FWF, Samara Pereira, essa qualificação permitirá aos cuidadores atuarem com maior segurança junto aos idosos, pois o curso contempla a formação no âmbito da legislação social e também cuidados com a saúde do idoso na sua integralidade.

Em Teresina, com o crescente número de instituições de Longa Permanência para Idosos em Teresina, é cada vez mais necessário levar formação profissional às diferentes comunidades que cuidam de idosos na capital, de modo que, após qualificados os trabalhadores tenham mais capacidade de prestar bons serviços aos idosos.

“É muito desafiante trabalhar com o idoso e a pessoa deve realmente estar preparada, pois só a prática não é suficiente. É necessário um respaldo teórico para poder realmente atender os idosos da melhor maneira possível”, afirma irmã Cândida, do Lar de Santana, localizado no bairro de Fátima em Teresina.

As instituições de controle social têm sido vigilantes no acompanhamento dos serviços prestados por esses lares. O Ministério Público tem realizado audiências envolvendo representantes dessas casas, bem como de órgãos do poder público que possam contribuir para atendimento às necessidades dos idosos dentro das instituições. A Fundação Wall Ferraz tem participado dessas audiências sob a condução da Promotora Dra. Marlúcia Almeida para tratar do assunto, e assumiu o compromisso de ofertar do curso de Cuidador de Idoso para formar os profissionais responsáveis pelo cuidado e atenção com os idosos dentro dessas instituições.

 

FWF faz terceira convocação de instrutores aprovados em processo seletivo

A Fundação Wall Ferraz realiza a 3ª Convocação de Aprovados no Processo Seletivo de Instrutores FWF/ Nº 001/2018 para atuarem em diversos cursos profissionalizantes, workshops e oficinas de Formação Inicial e Continuada que a instituição promoverá ao longo de 2018 nos Centros de Capacitação da cidade.

Os convocados deverão comparecer nos dias 21 a 22 de março, das 8h às 13h, na sede da FWF, que fica localizada na Praça Marechal Deodoro da Fonseca (Praça da Bandeira), Nº 900, ao lado da Prefeitura.

Os instrutores convocados atuarão nas áreas de Infraestrutura, Formação Socioprofissional e Gestão e Negócio, ministrando disciplinas nos cursos de Operador de Call Center, Agente de Portaria, Assistente Administrativo, Vendedor e Artesanato em Cerâmica.

As inscrições para o processo seletivo de instrutores Nº 001/2018 aconteceram de forma eletrônica no site da Fundação Wall Ferraz, no período de 05 a 09 de fevereiro, e o resultado final do processo seletivo foi divulgado no dia 2 de março, no site da Fundação Wall Ferraz.

CLIQUE E CONFIRA A LISTA DE CONVOCADOS