360 pessoas receberam qualificação profissional no mês de junho

A Prefeitura de Teresina continua trabalhando na profissionalização dos teresinenses. Somente no mês de junho, 360 pessoas tiveram qualificação profissional garantida através dos cursos oferecidos pela Fundação Wall Ferraz. Nesta semana, 60 pessoas concluíram cursos profissionalizantes nos Centros de Capacitação e entidades parceiras. Nesta etapa, foram realizados os cursos de operador de micro, no Dirceu II, cuidador de idosos, no Matadouro, além do curso de feltro realizado no Museu de Arte Sacra, no Centro da capital.

Segundo Antonio Freitas, coordenador do Centro de Capacitação do Bairro Dirceu Arcoverde II, devido o aumento de vagas nas empresas do ramo de Call Center, o curso de operador de micro registrou uma grande procura. “O mercado de trabalho está cada vez mais exigente, e por consequência aumentam as demandas por cursos profissionalizantes”, comenta o coordenador ao ressaltar que nos últimos meses diminuiu o número de desistentes durante a realização dos cursos.

O presidente da Fundação Wall Ferraz, Scheyvan Lima, enfatiza que os cursos acontecem de acordo com as demandas de cada região, e que além dos 12 Centros de Capacitação mantidos pela Fundação Wall Ferraz, os cursos também podem ser realizados em associações de moradores, igrejas e fundações. “A Prefeitura de Teresina leva a capacitação profissional de seus moradores muito a sério, e por isso estamos aumentando o número de cursos, para atender um numero maior de pessoas que buscam se qualificar”, afirma. Os interessados em participar de cursos em suas regiões podem buscar informações na sede da Fundação Wall Ferraz, localizada na Praça da Bandeira, no Centro da cidade.

Para ter acesso a novos cursos, workshops ou oportunidades de emprego através do Balcão do Trabalhador, o teresinense pode acessar o site fwf.teresina.pi.gov.br ou ficar ligado nas redes sociais da Fundação Wall Ferraz.

Fundação Wall Ferraz promove capacitação para cuidadores de idosos

A Fundação Wall Ferraz (FWF) já capacitou cerca de 350 pessoas na profissão de cuidador de idosos, a que mais cresce no país atualmente. De 2014 até agora, já foram 18 turmas, todas direcionadas para a população de baixa renda. Na última terça-feira (25), mais 23 pessoas concluíram a formação e estão prontos para o mercado de trabalho. A superintendente executiva da Fundação, Samara Pereira, explica mais sobre o curso.

“Estamos encerrando mais uma turma de cuidador de idoso realizada pela FWF com carga horária de 160 horas, aproximadamente três meses de duração. O curso foi executado no Teatro do Boi e ministrado por profissionais da área de serviço social e enfermagem. Incluiu legislação social, conhecimentos específicos na área dos cuidados com a pessoa idosa, como a administração de medicação, cuidados nutricionais, com a mobilidade e atividades lúdicas”, disse Samara.

A gestora também afirma que, em decorrência da complexidade da atividade, o curso exige profissionais cada vez mais preparados. “Atualmente, a população idosa tem aumentado em todo o Brasil, buscando ter qualidade de vida, ativa e saudável. O profissional que possa, efetivamente, realizar um trabalho qualificado nessa área tem grandes possibilidades de atuação, por isso a Prefeitura tem investido nesse campo”, detalha.

Após a regulamentação da profissão de cuidador de idoso pelo Senado Federal, a procura pela capacitação disparou. O campo de atuação poder ser em residências, comunidades e instituições especializadas.

A aluna Adalice Silva, de 44 anos, conseguiu trabalho na área um dia antes de concluir o curso. Ela vai cuidar de uma senhora de 84 anos que tem Alzheimer. “Acho que não vou ter dificuldades, pois já cuidei da minha sogra e com isso adquiri alguma experiência”, ressalta, explicando que buscou capacitação porque queria sua independência financeira e também ajudar na renda familiar.

Estudante do curso técnico de enfermagem, Cássia Andrade, de 21 anos, conta que, apesar de já ter atuado na área, o curso oferecido pela Prefeitura lhe possibilitou novos conhecimentos. “Aprendi a manusear equipamentos hospitalares e outros cuidados com o paciente. Isso é importante, porque o mercado sempre exige cada vez mais capacitação”.

Apesar das mulheres serem maioria entre os cuidadores, muitas vezes os familiares preferem homens no caso de pacientes com sobrepeso ou fraturas. De olho nas oportunidades de trabalho, Jardelson de Oliveira, de 35 anos, também contou com a ajuda da Fundação Wall Ferraz para se capacitar.

“Estou desempregado e moro com meus pais. Iniciei recentemente o curso para técnico em enfermagem e um amigo que cuida de idosos me aconselhou a procurar a área para abrir mais espaços e oportunidades. Aqui eu aprendi muito com os professores. E isso, com certeza, vai me ajudar a seguir esse caminho”, avalia.

Artesãos fazem exposição de produtos na ExpoTeresina

Segue até o próximo dia 30 de junho a terceira edição da ExpoTeresina. Atraindo centenas de pessoas ao Parque de Exposições Dirceu Arcoverde, localizado na BR 343, na zona Sudeste da capital, o evento é uma das principais feiras de negócios do Norte/Nordeste do país. Durante a exposição, a Fundação Wall Ferraz está realizando a exposição dos artesões que ministram cursos pelo órgão.

Um desses artesões é Severino Ferreira, de 70 anos, que pela primeira vez está atuando em parceria com a Fundação Wall Ferraz, expondo relógios de paredes criados por alunos do curso ministrado por ele, no Centro Social Pedro Arupe, no Bairro Vermelha, zona Sul. “Todas as turmas são formadas por pessoas da terceira idade, os relógios expostos aqui foram montados por eles, e com exceção da máquina, todo o restante do material é 100% reciclável”, afirmou o artesão

A ex-vendera Teresinha Carvalho, de 53 anos, conta que encontrou a arte quando resolveu se desligar do trabalho para poder se dedicar ao filho, e que através de uma parente conheceu o Biscuit, que é um tipo de arte feita com massa de modelar. Ela comenta que começou com a decoração de um lápis para o filho, e que desde então resolveu ter a arte como profissão, e que através de uma oportunidade dada pela Fundação Wall Ferraz, ela já capacitou dezenas de pessoas. “Hoje toda minha renda vem do meu trabalho com a arte. Eventos como a ExpoTeresina costumam ser uma ótima vitrine para que a gente feche novos negócios”, comentou.

Segundo Scheyvan Lima, presidente da Fundação Wall Ferraz, a entidade tem uma grande participação na capacitação de pessoas que resolvem trabalhar por conta própria, e que para dar uma força a mais são montados stands em grandes eventos como a ExpoTeresima.

“Ficamos felizes em saber que podemos ajudar com o crescimento dessas pessoas, e por isso temos a determinação do prefeito Firmino Filho para que possamos aumentar nossa participação em eventos como esses”, ressaltou Scheyvan Lima.

Para participar dos cursos oferecidos pela Fundação Wall Ferraz, o interessado pode acompanhar as informações no site fwf.teresina.pi.gov.br ou procurar um dos 12 centros de capacitações espalhados pelas quatros zonas da capital.

Criançada faz a festa com os serviços oferecidos na ExpoTeresina

Parque de diversões, pipocas doces e salgadas, brinquedos e sucos, tudo isso é motivo para que a criançada faça a festa na III edição da ExpoTeresina, que é uma feira de negócios com a intenção de mostrar as potencialidades da capital e regiões vizinhas. Outro serviço que também tem chamado a atenção da criançada são as pinturas de rosto infantil, serviço oferecido pela Prefeitura de Teresina, através da Fundação Wall Ferraz.

Com o celular na mão, o assessor parlamentar Ryan Marcelo gravou todo o trabalho feito em sua filha, ele conta que ela ficou muito ansiosa quando descobriu que aqui teria a pintura de rosto. “`Fico feliz com esse tipo de serviço oferecido pela Fundação Wall Ferraz, pois ver o rostinho de felicidade de um filho, não tem nada neste mundo que pague“, conta ele.

Segundo o instrutor Diego Rocha, que é um dos artistas participantes deste projeto, o stand infantil na ExpoTeresina tem realizando uma média diária de 30 atendimentos, e que nos próximos dias é esperando um público bem maior. “Quando a criançada fica sabendo que estamos com o serviço de pintura de rosto, elas mesmas chamam os pais para virem até aqui, e isso para nós é muito gratificante, pois as crianças são bastante verdadeiras e todas saem daqui contentes“, relata o instrutor.

A superintendente executiva da Fundação Wall Ferraz, Samara Pereira, conta que o evento é uma ótima oportunidade para que a entidade mostre o seu potencial para a qualificação profissional no município, e que as atividades realizadas estão tendo uma boa recepção por parte do público. “Nossos serviços estão sendo bem procurados, porém as oficinas de alimentação e drinks estão tendo uma maior procura, fato que comprava a qualidade do nosso trabalho“, afirma Samara Pereira, enfatizando ainda que os serviços oferecidos são apenas uma pequena amostra dos que estão sendo executados nos centros de capacitações.

A ExpoTeresina segue até o próximo dia 30 de junho no Parque de Exposições Dirceu Arcoverde, localizado na BR 343, na zona Sudeste de Teresina. Os serviços gratuitos oferecidos pela Fundação Wall Ferraz estão sendo realizados no setor de stands.

Oficinas de artesanato atraem visitantes na ExpoTeresina

Desde o último dia 21 de junho, dentro da programação da ExpoTeresina, a Fundação Wall Ferraz está realizando diversas atividades gratuitas em seus stands, entre as atividades estão às oficinas de artesanatos , que a cada dia trás uma nova oportunidade de adquirir novos conhecimentos profissionais. Os stands são paradas obrigatórias para quem freqüenta o evento, pois para muitos unir o lazer e o aprendizado é uma chance quase que única e não deve ser desperdiçada.

A artesã Monica Wanderley, ministrou no último sábado (22), a oficina de criação da “Flor de Fuxico “, que é um adereço que pode ser usado no cabelo, roupas e até mesmo em bolsas ou travesseiros. “Tive a honra de atender 30 mulheres, todas elas demonstravam um grande interesse em usar o adereço, mas não sabiam como fazer, e aqui pude ensinar elas a criarem suas próprias flores“, conta a artesã.

Quem também ministrou uma oficina de artesanato, foi à professora aposentada Lúcia de Fátima, que há vários anos é parceira da FWF em eventos como a ExpoTeresina. A artesã conta com felicidade que há dez anos resolveu abandona a sua antiga profissão para se dedicar a arte, e que usa espaços como estes para ensinar pessoas. “Me sinto gratificada em poder oferecer conhecimento em arte para as pessoas, mas o meu orgulho é maior vejo os rostos delas quando estão preparadas para fazer artes“, comenta.

O presidente da Fundação Wall Ferraz, Scheyvan Lima desta que além das oficinas de artesanato, os freqüentadores têm acessos a oficinas de drinks, alimentação, e ainda os serviços de maquiagem e pintura de rosto infantil. “Estamos oferecendo aqui um pouco dos serviços que já oferecemos em nossos centros de capacitações, que só neste primeiro semestre do ano capacitaram mais de mil pessoas“, afirma o presidente.

A ExpoTeresina é uma feira de negócios promovida pela Prefeitura de Teresina, em parceria com várias empresas locais e nacionais, e ocorrerá até o próximo dia 30 de junho no Parque de Exposições Dirceu Arcoverde, que fica localizado na BR 343, na zona Sudeste da capital. Todos os serviços oferecidos pela Fundação Wall Ferraz são gratuitos, e o espaço está localizado no setor dos stands.

Fundação Wall Ferraz oferece serviços na ExpoTeresina

Começou na última sexta-feira (21) e segue até o dia 30 de junho, a terceira edição da ExpoTeresina. O evento que já é tido como um dos maiores do Nordeste brasileiro, reúne atrações culturais nacionais e locais, além feiras de negócios, vaquejadas e apresentações de grupos juninos. O evento promovido pela Prefeitura de Teresina em parceria com diversas empresas, também conta com a participação da Fundação Wall Ferraz (FWF), que leva ao público presente diversos serviços gratuitos em seus dois stands.

Entre os serviços mais procurados, está a oficina temática de drinks, que tem como ministrante, o barman Frederico Aguiar, de 30 anos, e que pela primeira vez participa de um evento público levando o nome da FWF. Ele conta que só no segundo dia de evento, 110 pessoas participaram da oficina, fato que o deixou surpresso, já que ele não imaginava que a procura seria tão grande. “Logo que terminei de montar a mesa com o material de trabalho já havia uma fila, e era notável o brilho no olhar dessas pessoas, e isso me deixou muito orgulhoso, pois para mim é a prova de que escolhi a profissão certa”, comenta o barman, afirmando ainda que a feira também é uma vitrine para ele fechar negócios.

Quem prestou bastante atenção na oficina de drinks e levou uma nova experiência para casa, foi à técnica em enfermagem Fernanda Cabral, que reside no Bairro Planalto Uruguai, na zona Leste da capital. Fernanda conta que já conhecia a qualidade dos serviços oferecidos pela Fundação Wall Ferraz, e que já participou de vários cursos profissionalizantes. “Através da FWF tenho hoje um bom currículo profissional, e estou apta a ingressar em várias áreas profissionais, por isso resolvi parar aqui para buscar orientações nesta oficina”, relata, dizendo que agora está preparada para fazer um bom drink.

De acordo Scheyvan Lima, presidente da Fundação Wall Ferraz, o objetivo dessas oficinas é mostrar para os presentes um pouco dos serviços oferecidos pela entidade em seus 12 centros de capacitações espalhados pelas quatro zonas da capital. “Temos hoje dezenas de cursos profissionalizantes gratuitos, por isso achamos importante participar de eventos como a ExpoTeresina, pois garantimos mais visibilidade para os nossos projetos”, fala Scheyvan Lima, alertando ainda que todos os serviços oferecidos na ExpoTeresina são gratuitos.

Quem visitar os stands também terá acesso a oficinas de artesanato e de pintura de rosto infantil. A ExpoTeresina acontece no Parque de Exposições Dirceu Mendes Arcoverde, localizado na BR 343, na zona Sudeste da capital.

 

Workshop de orientação profissional reúne jovens e adultos na manhã desta segunda-feira (24)

Com o mercado de trabalho cada dia mais exigente, estar preparado para os processos seletivos das empresas é um diferencial para quem busca o tão desejado emprego. Sabendo disso, 34 jovens e adultos participaram do Workshop de Orientação Profissional realizado pelo Balcão do Trabalhador na manhã desta segunda-feira (24) no auditório da Secretaria Municipal de Administração e Recursos Humanos (SEMA). Na oportunidade, os participantes puderam tirar dúvidas em relação a construção de currículo atrativo, marketing pessoal e como se comportar nas entrevistas de emprego.

Aline Alves, que está em busca de reinserção no mercado de trabalho, vê no workshop uma possibilidade de se atualizar sobre as exigências do mercado de trabalho. “Foi um momento muito proveitoso onde pudemos esclarecer dúvidas e nos atualizar sobre o que as empresas buscam quando resolvem contratar um colaborador. Saio muito satisfeita com todo o aprendizado adquirido”, afirma a participante.

“Todo mundo tem dúvidas em relação a construção de um currículo atrativo e entrevista. Com o workshop a gente busca diminuir ou mesmo sanar essas inseguranças. O ideal é que o candidato seja o mais claro e objetivo possível tanto ao construir o currículo como na hora da entrevista. Nada de mentir, falar de cursos que nunca fez, inventar experiências. Quando você tenta enganar o selecionador dando informações inverídicas, você já está dizendo que é um mentiroso, que não é uma pessoa confiável”, afirma o ministrante do workshop, Átila Araújo.

“O workshop de orientação profissional, realizado a cada quinze dias pelo Balcão do Trabalhador, é gratuito e aberto ao público. Então é uma oportunidade muito boa para os teresinenses se prepararem para os concorridos processos de seleção das empresas. Além disso, após o treinamento, o participante tem o currículo cadastrado no banco de dados do Balcão do Trabalhador”, pontua o presidente da Fundação Wall Ferraz, Scheyvan Lima.

Criado em 2014, o Balcão do Trabalhador é um projeto executado pela Prefeitura de Teresina através da Fundação Wall Ferraz, que tem como objetivo prestar orientação profissional e intermediar vagas de emprego junto ao empresariado para a população teresinense.

O Balcão do Trabalhador fica localizado na Rua Firmino Pires, número 379, Centro Sul, no Edifício Saraiva Center (mesmo prédio do IPMT). Para informações, os interessados também podem ligar para o telefone 3215-7814.

 

Fundação Wall Ferraz já realizou mais de mil atendimentos na Cidade Junina

Começou no último sábado (15) segue até o próximo dia (22), a 25ª edição da Cidade Junina, evento de acesso gratuito que está sendo realizado na área externa do Shopping Rio Poty, no Bairro Porenquanto, na zona Norte de Teresina. A Cidade Junina oferece a seus visitantes diversos serviços, inclusive os oferecidos pela Prefeitura de Teresina, através da Fundação Wall Ferraz, onde nos primeiros quatro dias de evento, mais de mil pessoas foram atendidas.

Nos stands da Fundação Wall Ferraz são oferecidos artesanato adulto e infantil, oficina de alimentação com: bolos, cocada, mingau de milho, brigadeiros, além de exposição e comercialização de produtos artesanais desenvolvidos nos cursos realizados nos 12 Centros de Capacitação mantidos pela entidade. “Além de estarmos mostrando a população um pouco dos serviços que são realizados em nossos centros, nos stands, várias pessoas que se profissionalizaram através dos cursos, estão tendo a oportunidade de expor seus produtos“, conta Thayse Aguiar, Gerente Pedagógica da Fundação Wall Ferraz, afirmando ainda que além dos serviços oferecidos a população, a FWF também está responsável pela maquiagem dos brincantes das quadrilhas juninas que se apresentam no evento.

Para o presidente da Fundação Wall Ferraz, Scheyvan Lima, a alta procurar pelos serviços oferecidos pela entidade durante a Cidade Junina, se dar por conta da qualidade dos projetos que são executados por toda capital. “Temos ações espalhadas por toda a cidade, só este ano tivemos dezenas de pessoas que foram qualificadas para o mercado de trabalhado através de nossos cursos profissionalizantes, isso sem contar as centenas de atendimento que ocorreram nas ações sociais“, comenta o presidente, enfatizando que os serviços da Fundação Wall Ferraz estarão sendo realizados até o último dia da Cidade Junina.

Todos os serviços oferecidos pela Fundação Wall Ferraz são gratuitos, e os estão localizados dentro do estacionamento coberto, no lado direito do palco THE Impresso. Para quem quer ter acesso a novas oportunidades de cursos, ações sociais ou oportunidades de emprego, basta acessar o site fwf.teresina.pi.gov.br.

 

.

Profissionalizar Mulher segue com inscrições abertas para o curso de pintora predial

As mulheres teresinenses interessadas em aprender uma nova profissão podem se inscrever gratuitamente no curso de pintora predial ofertado pela Fundação Wall Ferraz e Secretaria de Políticas Públicas para Mulheres. Para se matricular, as mulheres devem se dirigir ao Centro de Capacitação do Residencial Leonel Brizola, na zona Norte de Teresina, com cópia do RG, CPF e os comprovantes de endereço e escolaridade. O projeto Profissionalizar Mulher tem como objetivo promover autonomia produtiva e financeira das mulheres.

“Com os cursos de profissionalização as mulheres vão ter a chance de aprender uma profissão, se inserir no mercado de trabalho formal ou mesmo desenvolver atividades autônomas. Então é de grande importância que as interessadas procurem o Centro de Capacitação do Residencial Leonel Brizola e garantir sua vaga”, pontua o presidente da fundação Wall Ferraz, Scheyvan Lima.

Na primeira fase do projeto, de 2013 a 2015, mais de mil mulheres foram qualificadas em diversas áreas, incluindo algumas tidas como exclusivas do universo masculino, como é o caso da Construção Civil. Em 2018, mais 125 vagas foram ofertadas contribuindo para a qualificação e autonomia produtiva das mulheres teresinenses.

Para ter acesso a informações de novos cursos, projetos e oportunidades de emprego, basta acessar a site da Fundação Wall Ferraz na internet [fwf.teresina.pi.gov.br] e as redes sociais. A FWF está localizada na Rua Coelho Rodrigues, número 900, na Praça da Bandeira, Centro de Teresina.

 

 

 

Fundação Wall Ferraz leva serviços para o Espaço Kids do MovimenThe

A segunda edição do MovimenThe chega para agitar a cena local com muito lazer e entretenimento. O evento acontece nos dias 29 e 30 de junho no Parque da Cidadania e tem uma vasta programação que inclui shows e concursos musicais, esporte e feira de artesanato. No Espaço Kids, a criançada vai poder contar com os serviços de artesanato infantil e pintura de rosto ofertados gratuitamente pela Fundação Wall Ferraz. Em sua primeira edição, realizada no mês de março, o MovimenThe reuniu mais de 20 mil teresinenses no Complexo Esportivo Parentão.

“O MovimenThe é um evento de cultura, lazer e entretenimento. Além das atividades para adultos, as crianças também são um público importante e terão um espaço exclusivo. No Espaço Kids vai ter pintura de rosto, onde eles pedem para desenhar alguma personagem e coisas com identidade com o universo infantil e também a oficina ade artesanato para crianças. Vamos estar com os instrutores da Fundação Wall Ferraz para levar essa possibilidade de lazer para crianças”, pontua o presidente da Fundação Wall Ferraz, Scheyvan Lima.

O evento também vai permitir que atletas amadores possam formar seus times e participar das partidas de futebol, Fut 7, basquete 3 x 3, tênis de mesa, skate, esgrima, capoeira, patins, corrida e passeio ciclístico.

O MovimenThe é uma iniciativa da Prefeitura Municipal de Teresina com promoção midiática do Grupo Meio Norte de Comunicação.  O evento conta com apoio da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (Semel), Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdec), Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semam), Secretaria Municipal de Economia Solidária (Semest), Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC) e Fundação Wall Ferraz (FWF).