Qualifica Teresina vai discutir a política de qualificação profissional do município

Como tem sido realizada a política de qualificação em Teresina? Como as várias categorias profissionais tem atuado para a qualificação profissional? De que maneira a qualificação profissional pode ser um elemento gerador de oportunidade para o mercado de trabalho? Estes e outros questionamentos serão discutidos no Qualifica Teresina desta segunda-feira (17) com a gestora e presidente da Fundação Wall Ferraz, Samara Pereira.

Samara Pereira é Assistente Social formada pela UFPI, Especialista em Educação Profissional e Mestre em Políticas Públicas. Desde de 2007 é técnica concursada do Instituto Federal do Piauí(IFPI) e Docente do Ensino Superior. Tem experiência em gestão de programas de educação profissional na Rede Federal. Foi Superintendente Executiva da Fundação Wall Ferraz e atualmente é preside pela segunda vez a instituição.

O Qualifica Teresina é desenvolvido pela Fundação Wall Ferraz em parceria com a Secretaria Municipal de Comunicação (Semcom). O quadro vai ao ar todas às segundas-feiras dentro do programa Cultura Mix Primeira Edição na Rádio FM Cultura de Teresina, de 9h às 9h30 da manhã. A rádio pode ser sintonizada na frequência 107,9 MHz e o quadro tem transmissão ao vivo pela página da Fundação Wall Ferraz no Facebook.

QualificaTur promove melhoraria no atendimento ao turista

Nos últimos cinco anos, a cidade de Teresina registrou um crescimento de 37% no número de visitantes que chegam à cidade. Dispor de profissionais qualificados e preparados para atender a esta demanda é uma diferencial. Em outubro deste ano, a Fundação Wall Ferraz em parceria com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo lançou mais uma etapa do programa QualificaTur, que tem como objetivo a profissionalização e desenvolvimento sustentável do meio turístico em Teresina.

Desenvolvido desde 2014, o projeto já ofertou cerca de 600 vagas em cursos profissionalizantes entre eles, Recepcionista o Serviço de Hospedagem, Garçom, Culinária Local e Relações Interpessoais. Em 2018 foram cem vagas nos cursos de Condutor de Turismo Local, Camareira, Doces e Trufas com Identidade Regional e Organizador de Eventos e foram realizados nos Centros de Capacitação da Vermelha, Itaperu e Parque Alvorada.

“O QualificaTur é um programa dirigido às pessoas que desejam atuar no segmento do turismo ou que já atuam, para que elas estejam efetivamente preparadas para oferecer serviços de qualidade para quem busca a cidade de Teresina, seja para lazer, passeio, trabalho ou para tratamento de saúde de saúde e assim prestar serviços de qualidade”, diz a Presidente da Fundação Wall Ferraz, Samara Pereira.

O Coordenador de Turismo da SEMDEC, Eneas Barros, fala da importância de qualificar quem, diariamente, lida com os turistas na capital: “Em 2019, nós devemos colocar em prática projetos de qualificação para taxistas na cidade na área de informações turísticas e qualidade no atendimento”, pontuou.

Um dos destaques do projeto é o curso de Condutor de Turismo Local, que aborda o turismo como atividade econômica e sustentável. Além disso, o curso apresenta os atrativos naturais, culturais e históricos de Teresina, e orienta sobre a postura que o profissional deve adotar para conduzir um trabalho receptivo de qualidade. Como atividade prática, os alunos realizam visitas a vários empreendimentos e entidades turísticas de Teresina, entre elas: Aeroporto, Rodoviária, Teatro, Igrejas, Hotéis, Museus, Praças e um passeio Turístico no Rio Parnaíba. A programação visa aproximar os alunos da rotina turística de Teresina e orientar sobre a postura que o profissional deve adotar para conduzir um trabalho receptivo de qualidade.

Raimundo Almeida, aluno do QualificaTur, ressalta sua satisfação em participar de um curso gratuito e com tanta qualidade: “Eu estou gostando muito do curso e pretendo continuar na área. Acho louvável a iniciativa de nos fazer visitar vários pontos turísticos da cidade para que a gente possa conhecer o local em que vamos prestar nossos serviços”, disse.

O QualificaTur proporciona que os alunos dos quatro cursos profissionalizantes tenham um novo olhar sobre a cidade de Teresina, desmistificando a ideia de que turismo é sinônimo apenas de praia. Com os cursos ofertados gratuitamente, a cidade passa a dispor de contingente de profissionais preparados para trabalhar no segmento turístico. O projeto segue em execução e algumas turmas terão aulas até janeiro.

Qualificação gratuita do município muda vida de jovem mãe

Ana Batista sempre demonstrou talento e habilidade para cozinhar. Arrumadinho, cachorro-quente, sopa, hambúrguer: tudo vendido na porta de casa. “Comecei quando tive meu primeiro filho. A tardinha, depois que o sol vai embora e a temperatura fica mais amena, coloco mesas e cadeiras na frente da minha casa e vendo tudo.” Mas com a família aumentando e aluguel pra pagar, todas as despesas da casa já não eram custeadas pelas vendas dos lanches e sem uma renda fixa, Ana sabia que precisava impulsionar seu trabalho autônomo.

Incentivada pela cunhada Ângela Ribeiro, em 2014, fez o curso de Doces e Salgados ofertado pela Fundação Wall Ferraz na AMA (Associação de Amigos dos Autistas do Piauí) do bairro Primavera. Grávida da terceira filha e receosa de não ter como sustentar a família, não pensou duas vezes e decidiu fazer sua matrícula. “Eu sempre pensava que a gravidez não seria um obstáculo, um empecilho pra minhas realizações. Então, enquanto meus filhos mais velhos estavam na escola eu aproveitava para fazer o curso.”

Depois, Ana começou lentamente a buscar novos clientes, mas continuou se aprimorando. Em 2016 a Fundação Wall Ferraz entrou de novo em sua vida. Fez o curso de Confeitaria no Centro de Capacitação do bairro Cerâmica Cil, zona sul de Teresina. Sem nem saber onde ficava exatamente o local do curso, Ana, dessa vez, cogitou não se matricular. “Soube que o bairro era muito distante, mas a vontade de aprender falou mais alto”, conta, lembrando que pegava dois ônibus para ir e dois para voltar. Até mesmo nesse momento aproveitava para adquirir conhecimento com a instrutora que também utilizava o transporte público.

“No início foi difícil, porque as pessoas ainda não conheciam muito bem o meu trabalho com doces e salgados. Comecei fazendo os bolos para a família nas festas de aniversários das crianças. Hoje é gratificante ver meu desenvolvimento, ver como eu melhorei minha produção ao longo desse tempo. E eu não penso em parar. Quero sempre me aperfeiçoar”, conta, empolgada.

Após os cursos pela Fundação Wall Ferraz os números de Ana cresceram. Sua renda aumentou cerca de 80% e ela aceita encomendas de até 2.500 salgados. Os bolos, em sua maioria com temática infantil, chegam a custar até R$ 600,00 dependendo das exigências dos clientes. “Eu não paro. Tudo o que o cliente me pede, eu faço. Faço almoços, lanches, jantar para aniversários de 50 anos, 80 anos, batizados, mas a minha especialidade e fonte principal de renda é mesmo os bolos”.

Aos 34 anos e casada há oito, Ana ressalta que sua maior motivação para ir atrás de seus sonhos e objetivos são os filhos. “Tudo o que eu faço é por eles. Sou extremamente preocupada com a educação das crianças. Graças aos meus almoços, lanches e bolos nós sempre pudemos cumprir nossas obrigações com a escola. ”

Mulher, mãe, esposa, trabalhadora autônoma, Ana tem muitos sonhos: quer casa própria, um espaço adequado para trabalhar e colocar em prática todo conhecimento adquirido. Ela batalha muito pra alcançar isso. Sua rotina é intensa. “Eu viro a noite trabalhando mas não recuso encomendas. Com três filhos, tudo se torna mais trabalhoso. Cuido de casa, ensino dever da escola, lido com birras dos filhos e ainda sou uma esposa dedicada”. Rotina de uma supermulher.

Como ela, muitas outras mulheres que participaram dos cursos de capacitação da Fundação Wall Ferraz contam histórias de superação. Este ano, o Projeto Profissionalizar Teresina qualificou mais de 2 mil teresinenses, em sua maioria mulheres, nos cursos de Corte de Cabelo e Escova, Manicure, e Operador de Call Center e Microcomputador, entre outros.

“A política de qualificação da Fundação Wall Ferraz oportuniza que mães, mulheres, como a Ana explorem seus talentos e sua vocação a partir de capacitação que favoreça seu acesso ao mercado de trabalho”, pontua a presidente da Fundação Wall Ferraz, Samara Pereira.

Projeto de capacitação profissional ofertou cursos para pessoas com deficiência e vulnerabilidade social

Mais que qualificar, incluir. Em 2018, o Profissionalizar para Inserir nasceu com a principal missão de levar qualificação profissional e cidadania para pessoas com deficiência e em situação de risco e vulnerabilidade social. O projeto desenvolve uma política dirigida com base em demandas específicas, construídas de maneira coletiva com as representações de cada segmento para a realização de uma capacitação cada vez mais inclusiva.

O projeto ofertou 160 vagas em 5 cursos, contemplando mulheres em situação de violência, pessoas com deficiência e seus familiares, pessoas em situação de rua, em tratamento de câncer, dependentes químicos e jovens em cumprimento de medidas socioeducativas. Em sua primeira etapa o projeto ofertou os cursos de Artesanato em Feltro, Artesanato em Mosaico, Artesanato em Papel, Pintura em Tecido, Corte de Cabelo Masculino e Barbearia e Manicure e Pedicure.

“O Profissionalizar para Inserir foi lançado em 2018 com o objetivo de alcançar segmentos sociais que se encontram de alguma forma excluídos dentro da nossa sociedade. Os cursos que foram oferecidos proporcionaram para esses grupos conhecimentos numa dada área, para o desenvolvimento de uma atividade produtiva, gerando uma oportunidade não apenas de qualificação profissional, mas de ressignificação do seu lugar na sociedade, das suas possibilidades. A nossa preocupação foi ofertar cursos que tanto pudessem gerar esse sentimento de oportunidade e que também trouxessem um resultado e um retorno financeiro mais imediato, por isso a escolha por cursos na área de artesanato, alimentação, beleza. Cursos, que de que maneira geral, tem uma aceitação no campo da produção e um retorno financeiro muito rápido”, pontua a presidente da Fundação Wall Ferraz, Samara Pereira.

Ao todo, onze organizações sociais e governamentais parceiras receberam os cursos de qualificação profissional ofertados pela Fundação Wall Ferraz. São elas: Associação dos Cadeirantes de Teresina (ASCAMTE), Centro de Convivência Saber Viver com o projeto Amor de Tia, Centro de Convivência Saber Viver, (CAPS) III, CAPS AD, Centro de Referência Especializado da Assistência Social (CREAS), Casa do Oleiro, Casa Esperança e Vida, Casa do Caminho, Centro de Referência Esperança Garcia, Centro POP e Associação Pestalozzi.

Para Elimária Marques, Assessora Técnica da Fundação Wall Ferraz, o “Profissionalizar para Inserir” representa uma oportunidade de profissionalização para grupos que muitas vezes são desacreditados: “O que esses grupos precisam é de motivação e oportunidade para despertarem seus talentos, desenvolverem suas habilidades e progredir profissional e intelectualmente. É um processo contínuo, que tem evoluído paulatinamente e os resultados são benéficos para todos os envolvidos”, afirma.

Para o próximo ano, o Profissionalizar para Inserir terá continuidade atendendo os segmentos que já foram beneficiados e com previsão de atendimento a novas demandas de grupos específicos da capital, fortalecendo as ações de inclusão socioprodutiva e democratização das oportunidades de qualificação entre os teresinense.

Balcão do Trabalhador intermedia seleção para vagas de Motorista e Auxiliar de Carga e Descarga

O Balcão do Trabalhador está intermediando a seleção para vagas de Motorista Categoria “E” e Auxiliar de Carga e Descarga. Os interessados devem comparecer ao Balcão do Trabalhador entre os dias 12 e 13 deste mês, de 8h às 12h e apresentar os seguintes documentos: RG, CPF, Comprovante de Escolaridade, Comprovante de Endereço com CEP e Currículo atualizado.

O Balcão do Trabalhador fica localizado na Rua Firmino Pires, número 379, sala 138, Centro Sul no Edifício Saraiva Center (mesmo prédio do IPMT).  Para informações, os interessados também podem ligar para o telefone 3215-7814.

O Balcão do Trabalhador é um projeto da Fundação Wall Ferraz, criado em 2014, que tem como objetivo prestar orientação profissional e intermediar vagas de emprego junto ao empresariado para a população teresinense. Através de parcerias com empresas privadas já encaminhou centenas de pessoas para o mercado de trabalho, além de realizar atendimento e orientação profissional para os alunos, com palestras, cursos e workshops.

 

Confira as vagas e os requisitos exigidos pela empresa:

*Motorista Categoria “E”*

– Desejável experiência com Rodotrem;

– Disponibilidade para viagens;

 

*Auxiliar de Carga e Descarga*

– Desejável Ensino Médio

– Maior de 18 anos;

Balcão do Trabalhador realizou cerca de 2500 atendimentos neste ano

Workshops, treinamentos e encaminhamentos para o mercado de trabalho. Em Teresina, a população pode contar com um serviço gratuito de orientação profissional que auxilia quem busca um melhor desempenho na hora de enfrentar os processos seletivos das empresas. Neste ano, cerca de 2500 pessoas passaram pelos serviços ofertados gratuitamente pelo Balcão do Trabalhador. Criado em 2014 pela Fundação Wall Ferraz, o Balcão tem como principal objetivo prestar orientação profissional e intermediar oportunidades de emprego para os teresinenses.

Aberto ao público e gratuito, o workshop de orientação profissional é direcionado às pessoas que buscam oportunidade de inserção no mercado de trabalho e fornece aos profissionais orientações e experiências práticas que facilitem os processos de seleção realizados pelas empresas. Os participantes também recebem informações de como utilizar a internet e as mídias digitais em busca de oportunidades de inserção no mercado de trabalho e ao final tem o currículo cadastrado no banco de dados do Balcão do Trabalhador.

Em 2018, o Balcão do Trabalhador realizou 60 workshops de orientação profissional. Desses, 40 foram internos, beneficiando mais de 600 pessoas que buscaram qualificação profissional para enfrentar os processos de seleção das empresas. Durante o treinamento são abordados vários aspectos do processo de admissão, tais como: elaboração de um currículo atrativo, como se comportar em uma entrevista de emprego e marketing pessoal.

Os alunos concludentes dos cursos de profissionalizantes ofertados pela Fundação Wall Ferraz, também participaram do workshop de orientação profissional do Balcão do Trabalhador. Mais de 400 alunos matriculados em cursos como Cuidador de Idosos, Operador de Caixa, Assistente Administrativo e Agente de Portaria participaram do treinamento que aconteceu na sede dos Centros de Capacitação da Fundação Wall Ferraz.

O Balcão do Trabalhador também ofertou o serviço de orientação profissional para pessoas em situação de vulnerabilidade de risco social, como é o caso dos atendidos pela Ação Social Arquidiocesana, (ASA), CRAS, CREAS, CAPS, Centro Pop, Centro de Referência Esperança Garcia e Fazenda da Paz. Nessas instituições foram realizados cerca de 260 atendimentos, beneficiando pessoas em tratamento de dependência química, em situação de rua e mulheres em situação de violência.

No total, o Balcão do Trabalhador realizou cerca de 260 encaminhamentos para o mercado de trabalho. Entre as vagas, podemos destacar Auxiliar de almoxarifado, Design gráfico, Farmacêutico, Gerente de RH, Motorista, Serviços Gerais, Professor de Português, Recepcionista e Técnico em Segurança do Trabalho.

Em agosto deste ano, a Fundação Wall Ferraz realizou a 2ª Feira de Empregos e Negócios. Na oportunidade, o Balcão do Trabalhador encaminhou mais de 900 pessoas para os processos seletivos realizados pelas empresas parceiras presentes no evento. Em novembro, a 1ª Feira de Produtos e Profissões realizada no Portal da Alegria VI-B, encaminhou 20 pessoas para seleção em empresas.

“As atividades realizadas pelo Balcão do Trabalhador proporcionam ao profissional informações que o deixe mais preparado e seguro para enfrentar processos de seleção das empresas. Desta forma, os teresinenses poderão ter maior possibilidade de êxito na conquista de uma vaga. ”, pontua o psicólogo e instrutor, do Balcão do Trabalhador, Atila Araújo.

Para ter acesso aos serviços ofertados gratuitamente pelo Balcão do Trabalhador, basta entrar em contato direto com profissionais que atuam na instituição, que fica localizada na rua Firmino Pires número 379, sala 138, no Edifício Saraiva Center (IPMT), Centro Sul de Teresina. O Balcão funciona de 7h30 às 13h30, de segunda a sexta-feira. O telefone de contato é 3215 – 7814.

“Qualificação dos jovens na área de saúde” será tema do Qualifica Teresina desta segunda-feira (10)

Qual a importância da qualificação dos jovens na área de saúde? Os brasileiros tem noções básicas na área de saúde? Como o mercado de trabalho investe no conhecimento e capacitação dos jovens na área de saúde? Estes e outros questionamentos serão respondidos pela convidada especial Luciana Fonseca no Qualifica Teresina desta segunda-feira (10).

Luciana Fonseca Nascimento é Graduada em Enfermagem pelo Centro Universitário Santo Agostinho, Pós-Graduada em Enfermagem em Oncologia e em Docência do Ensino Superior. Também é instrutora da Fundação Wall Ferraz há cinco anos.

O Qualifica Teresina é desenvolvido pela Fundação Wall Ferraz em parceria com a Secretaria Municipal de Comunicação (Semcom). O quadro vai ao ar todas às segundas-feiras dentro do programa Cultura Mix Primeira Edição na Rádio FM Cultura de Teresina, de 9h às 9h30 da manhã. A rádio pode ser sintonizada na frequência 107,9 MHz e o quadro tem transmissão ao vivo pela página da Fundação Wall Ferraz no Facebook.

“Gerenciamento de Projetos – Da Estratégia ao Resultado” será tema do Qualifica Teresina desta segunda-feira (3)

Vivemos uma revolução no mundo do trabalho. A disseminação de informações e novas tecnologias modificaram a dinâmica das empresas que passaram a cobrar de seus colaboradores o espírito de iniciativa e a capacidade de identificar e explorar novas oportunidades. Para atender a demanda por agilidade, de maneira eficaz, torna-se indispensável um modelo de gerenciamento direcionado ao atendimento dos objetivos estratégicos organizacionais.

No Qualifica Teresina desta segunda-feira (3), o especialista e convidado Carlos Marcio Campos Lima vai falar da importância do gerenciamento de projetos nas organizações, como se tornar um gerente de projetos e quais são as perspectivas do profissional gerente de projetos no Brasil e no Piauí.

Carlos Marcio Campos Lima é Mestre em Administração e Controladoria e Especialista em Projetos, Processos e Inovação. Com mais de dez anos de experiência em funções executivas, envolvendo gestão de projetos, contratos, serviços, infraestrutura, melhoria e auditoria, de processos, gestão de custos e planos estratégicos com atuação nacional e internacional em empresas públicas e privadas.

O Qualifica Teresina é desenvolvido pela Fundação Wall Ferraz em parceria com a Secretaria Municipal de Comunicação (Semcom). O quadro vai ao ar todas às segundas-feiras dentro do programa Cultura Mix Primeira Edição na Rádio FM Cultura de Teresina, de 9h às 9h30 da manhã. A rádio pode ser sintonizada na frequência 107,9 MHz e o quadro tem transmissão ao vivo pela página da Fundação Wall Ferraz no Facebook.

Profissionalizar Teresina qualificou mais de 2 mil trabalhadores

Ao longo deste ano, a Fundação Wall Ferraz colocou em prática vários projetos que fortalecem a política de qualificação profissional realizada pelo município de Teresina. Um desses principais programas é o Profissionalizar Teresina. Com 28 cursos e oficinas ofertados beneficiando mais de 2 mil jovens e adultos, o programa tem como principal objetivo levar formação profissional que garanta retorno imediato na geração de renda e inserção no mercado de trabalho formal.

Os cursos de formação inicial e continuada contemplaram as mais diversas áreas de atuação, como Alimentação, Beleza e Estética, Gestão, Infraestrutura, Ambiente e Saúde e Informática. A oferta é planejada de acordo com a demanda local, acompanhando a dinâmica do mercado.

As novidades foram os cursos de Corte de Cabelo Masculino e Barbearia, Design Gráfico, Doces finos e trufas, Organizador de Eventos e Salgadeiro. Os cursos constituem uma ferramenta para que as famílias possam conseguir qualificação para o mercado de trabalho e geração de renda através de atividades empreendedoras, garantindo mais oportunidades e melhoria de condições de vida. Na área de atendimento a novidade foi o curso de Balconista de Farmácia, que atende uma grande demanda devido a instalação de várias redes de farmácia na cidade.

Outro destaque foi a oficina de Artesanato em Feltro com temática natalina realizada no Museu de Arte Sacra Dom Paulo Libório. Durante um mês, 18 mulheres participaram da oficina que qualificou e deu oportunidade de autonomia financeira e desenvolvimento pessoal.

“Os cursos de profissionalização realizados gratuitamente pela Prefeitura de Teresina através da Fundação Wall Ferraz, possibilitam a muitos trabalhadores descobrirem potencialidades, desenvolverem habilidades seja através de atividades autônomas e empreendedoras ou mesmo através da colocação no mercado de trabalho formal. Desta forma, cada vez mais a Fundação Wall Ferraz coloca em evidência a importância de oferecer oportunidade para que as pessoas melhorem suas condições de vida”, pontua a presidente da Fundação Wall Ferraz, Samara Pereira.

Os cursos do Profissionalizar Teresina são realizados nas sedes das entidades parceiras e nos 12 Centros de Capacitação Profissional da Fundação Wall Ferraz, que ficam localizados nos bairros Parque Alvorada, Parque Brasil, Poty Velho, Itaperu, Leonel Brizola, Matadouro, Redenção, Cerâmica Cil, Vermelha, Piçarreira, Satélite e Dirceu.
Todos os cursos ofertados pela Fundação Wall Ferraz são totalmente gratuitos e garantem capacitação de qualidade aos teresinenses, principalmente jovens e adultos de baixa renda, fomentando a inclusão socioprodutiva, geração de renda e melhoria de qualidade de vida.

QualificaTur oferta oficina de inglês para alunos do curso de Condutor em Turismo Local

Aprender um outro idioma é imprescindível nos dias atuais. Para quem trabalha no setor de turismo, saber outra língua é um pré-requisito importante para quem deseja oferecer serviços de qualidade. Pensando na expansão do setor em Teresina e em promover bons serviços aos que a visitam, o projeto Qualificar vai realizar oficina de Inglês para os alunos do curso de Condutor de Turismo Local.

A oficina será realizada simultaneamente as aulas de Condutor. O objetivo principal é promover a comunicação em língua inglesa, utilizando estruturas, expressões e vocabulário do nível inicial em linguagem oral, de modo a proporcionar mais qualidade aos serviços prestados aos turistas.

“Profissionais do setor de turismo enfrentam um mercado de trabalho cada vez mais competitivo e exigente. Com a globalização, o conhecimento da língua inglesa tornou-se ainda mais um pré-requisito para quem busca uma boa colocação no mercado de trabalho. Assim, é importante que quem trabalha no ramo de turismo esteja preparado para receber os visitantes e, para isso, é preciso que os profissionais tenham conhecimento em um ou mais em idiomas para que consigam se comunicar com eles”, pontua a instrutora do curso de Condutor de Turismo Local, Flávia Jeany.

A oficina, que teve início ontem (21), será realizada todas as quartas-feiras, das 14h às 16h na Biblioteca Municipal Abdias Neves, localizada na Praça da Bandeira e possui 30 horas/aula e segue até janeiro.

No mês de outubro, a Fundação Wall Ferraz ofertou mais de cem vagas em 4 cursos profissionalizantes para Programa QualificaTur, desenvolvido em parceria com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo. O projeto tem como principal objetivo a profissionalização e desenvolvimento sustentável do meio turístico em Teresina, além de promover benefícios culturais e econômicos para a cidade.

Além do curso Condutor de Turismo Local, o projeto QualificaTur oferece os cursos de Camareira, Doces e Trufas com Identidade Regional e Organizador de Eventos. Os cursos acontecem nos Centros de Capacitação dos bairros Itaperu, Parque Alvorada e Vermelha.

O QualificaTur é desenvolvido desde 2014 e já capacitou mais de trezentos teresinenses.