População de bairros da zona Sul é beneficiada com cursos de qualificação profissional

Desde o início do ano, os projetos de capacitação e qualificação profissional da Fundação Wall Ferraz tem beneficiado os teresinenses em todas as zonas da cidade. Até o início de agosto, 20 bairros já receberam cursos profissionalizantes que oportunizam aprender uma nova profissão e também mudar de vida. Programas como o Profissionalizar Teresina e Capacitação Profissional para Produtividade e Renda, tem beneficiado os moradores da zona Sul da cidade.

Este ano, através do projeto Profissionalizar Teresina, os Centros de Capacitação dos bairros Vermelha, Redenção, Cerâmica Cil II beneficiaram mais de 180 pessoas em 7 cursos de qualificação profissional nas áreas de Gestão e negócios, Informática, Beleza e Alimentação. No início de agosto os cursos de Assistente administrativo e Recepcionista vão ser iniciados nos bairros Esplanada e Santo Antônio, respectivamente.

Em julho, a Fundação Wall Ferraz lançou, em parceria com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Semduh), o Projeto de Capacitação Profissional para Produtividade e Renda. Os principais beneficiados são os contemplados com o Programa Minha Casa, Minha Vida no bairro Portal da Alegria. Três cursos já estão em andamento no Centro de Esportes Unificados do bairro. São eles: Técnicas em Vendas, Assistente administrativo e Agente de portaria. Os cursos de Corte de Cabelo e Escova, Depilação, Decoração com Balões, Bombeiro Hidráulico, Operador de Microinformática e Técnicas de Vendas devem ser iniciados até o fim do ano.

“Buscamos atender a população de Teresina não só nos nossos Centros de Capacitação, mas também em parceria com as entidades comunitárias, pois elas representam a comunidade e buscam oportunidades de levar os serviços que o poder público oferece. Temos feito essas parcerias e os resultados são bem positivos. Após a conclusão dos cursos, os alunos tem realmente se inserido no mercado de trabalho, tanto no mercado formal como de forma autônoma e empreendedora. E assim, seguimos com o nosso propósito de promover formação profissional dos teresinenses”, pontuou a Gerente de Capacitação Profissional da FWF, Thayse Aguiar.

Juliana Silva de 34 anos, que já até já mudou de estado em busca de oportunidade profissional viu no curso de Agente de Portaria uma oportunidade de mudar de profissão e também de vida: “Já trabalhei em uma fábrica de tecidos em Minas Gerais, mas acabei voltando para Teresina. Estou desempregada e quando surgiu essa grande oportunidade de fazer o curso eu não podia deixar passar e agarrei com unhas e dentes. É um curso caro e que aqui a gente pode fazer de forma gratuita. Minhas expectativas em aprender essa profissão são as melhores possíveis. Vou me capacitar cada vez mais na área, buscar um trabalho e seguir minha vida”, afirmou.

Através do Programa Profissionalizar Teresina, 20 mulheres puderam aprender uma nova profissão no ramo de alimentação. A oficina de Doces Finos foi realizada no Centro de Esportes Unificados do bairro Portal da Alegria.

Na Vila Irmã Dulce, o curso de Corte de Cabelo e Barbearia, um dos mais procurados pela população de Teresina, tem 20 alunos inscritos. O curso, que teve início em julho e segue até setembro, é realizado nas tardes de terça e quinta-feira na Associação de Mães do bairro. Na Associação Madre Cabrini das Irmãs Missionárias, também na Irmã Dulce, estão sendo ofertados cursos na área de educação e artesanato. O curso de Espanhol Instrumental possui 30 alunos inscritos. Já na área de artesanato, um dos mais procurados é o de Arte e decoração com balões, onde a turma possui 25 alunos matriculados.

O Programa Profissionalizar Teresina é voltado para jovens e adultos em geral, visando formação profissional que garanta a conquista oportunidades no mundo do trabalho, seja através do trabalho formal e/ou de iniciativa autônoma.

A realização do Projeto Capacitação Profissional para Produtividade e Renda representa o fortalecimento da política de qualificação profissional realizada pelo município de Teresina, constituindo uma ferramenta para que essas famílias beneficiadas pelo Programa Minha Casa, Minha Vida possam conseguir qualificação para o mercado de trabalho e para a geração de emprego e renda através de atividades autônomas e empreendedoras.

 

Aumenta público masculino em cursos na área de alimentação

Os cursos na área de alimentação, ofertados pela Fundação Wall Ferraz, sempre foram procurados por um grande número de mulheres. Durante todo o ano de 2016, dez homens realizaram qualificação profissional em cursos como Panificação e Confeitaria. Já no primeiro semestre de 2018 os números se mostram mais otimistas: Das quarenta vagas ofertadas, dez foram ocupadas pelo público masculino, que ao longo da formação se mostrou bastante empenhado em aprender e empreender.

“Cada vez mais nós vemos o público masculino se interessando por cursos que, durante muito tempo, foram vistos erroneamente como femininos.  E o nosso objetivo é justamente levar qualificação inclusiva para todos os públicos, independente de gênero ou orientação sexual. A área de alimentação é uma das que mais promove a oportunidade de geração de emprego e renda. Então é uma grande oportunidade para quem busca trabalhar de maneira autônoma, ” destaca a presidente em exercício da Fundação Wall Ferraz, Nilza Melo.

Elson Canuto, aluno do curso de Salgadeiro realizado no bairro Centro de Capacitação do Parque Alvorada, afirma que no princípio estava um pouco envergonhado em saber que sua turma era composta majoritariamente por mulheres: “No começo foi estranho e eu fiquei meio tímido em meio a tantas mulheres, mas durante o curso fui interagindo e me destacando. Eu trabalhava na área de vendas, e essa foi minha primeira experiência com cursos na área de alimentação. Gostei muito do curso, aprendi coisas que eu nunca tinha feito. O que eu mais quero é colocar todos esses conhecimentos em prática. Pretendo fazer outros cursos no ramo alimentício e me destacar ainda mais, ” pontua confiante.

“Em uma turma cheia de mulheres, nós homens buscamos nos destacar e mostrar que a gente também é capaz de aprender de forma igual. Aprendi muito com as mulheres colegas e pude compartilhar experiências e conhecimento. Me identifico bastante na área de gastronomia, agora pretendo abrir uma padaria e distribuidora para fornecer de pães, bolos e doces caseiros. Essa é minha ideia e proposta de negócio, ” afirma Alberto Vinícius, aluno do curso de Panificação, realizado no Centro de Capacitação da Cerâmica Cil de março a junho deste ano.

As aulas foram divididas em dois módulos: aprender a manipular os produtos, operar equipamentos, higiene corporal, utensílios e a parte prática que foi o momento de produção dos alimentos. O curso, que foi iniciado no mês de abril e seguiu até o final de junho, faz parte do Projeto Profissionalizar Teresina, destinado principalmente a jovens e adultos que buscam qualificação formação profissional. O programa também dá oportunidades no mundo do trabalho e através da iniciativa autônoma.

Capacitação profissional chega a vários bairros da capital

Foto: Renato Bezerra

Levar qualificação profissional ampla e democrática e contribuir para manutenção e inserção dos trabalhadores teresinenses no mercado de trabalho é um dos grandes objetivos da Fundação Wall Ferraz. Somente neste primeiro semestre 21 bairros em todas as zonas da capital foram beneficiados com cursos profissionalizantes que contemplam as áreas de artesanato, alimentação, beleza e estética, gestão e negócios, ambiente e saúde.

Poty Velho, Dirceu I, Cerâmica Cil, Piçarreira e mais 17 bairros receberam cursos de capacitação do Programa Profissionalizar Teresina, que de março a julho de 2018 já abriu mais de 800 vagas para qualificação profissional. Entre os cursos mais procurados pela população estão Operador de microcomputador, Cuidador de idoso, Assistente administrativo e todos na área de artesanato e alimentação.

“O objetivo da Fundação Wall Ferraz é levar formação profissional às diferentes pessoas, comunidades, bairros, inclusive na zona rural de Teresina. Desta forma, tornamos acessíveis novas oportunidades de melhoria de vida através do aprendizado e capacitação profissional, de modo que depois de qualificados os alunos tenham novas perspectivas de inserção no mercado de trabalho”, pontua Nilza Melo, presidente em exercício da Fundação Wall Ferraz.

“Estou muito feliz em participar de um curso da Fundação Wall Ferraz, pois eu já trabalho na área realizando eventos da minha própria família. Após o curso vou poder expandir minha área de atuação”, afirmou Dalva Sousa, aluna do curso de Organizador de Eventos.

Desde sua criação, a Fundação Wall Ferraz oferece de maneira gratuita cursos de capacitação profissional com base nas demandas propostas pelo mercado, contribuindo para melhor inserção profissional dos alunos. A FWF desempenha ainda diversos projetos que contribuem para a inserção no mercado de trabalho, geração de renda e empreendedorismo.

Um desses programas é o Profissionalizar Teresina, que oferta qualificação gratuita através de ações planejadas com base nas demandas do mercado local e vocação das diferentes comunidades. Os cursos são realizados nos Centros de Capacitação e sedes das entidades parceiras e visam consolidar uma política de geração de emprego e renda.

 

Fundação Wall Ferraz divulga 14º convocação de instrutores

Mais quatro instrutores foram convocados para compor o quadro de profissionais da Fundação Wall Ferraz. O resultado da décima quarta convocação foi divulgado na manhã desta terça-feira, dia 10. Os convocados vão atuar em diversos cursos profissionalizantes, workshops e oficinas de formação inicial e continuada que a instituição promoverá ao longo deste ano nos Centros de Capacitação da cidade e também com as entidades parceiras.

Os candidatos convocados deverão comparecer nos dias 11 e 12 de julho, das 8h às 13h na sede da FWF, para apresentação e entrega dos documentos exigidos para a contratação temporária.  Ao todo, a FWF já convocou este ano mais de cem instrutores que atuam em cursos profissionalizantes nas áreas de gestão, informática, alimentação, ambiente e saúde.

Os instrutores convocados irão atuar ministrando disciplinas nos cursos de Operador de Microcomputador, Assistente Administrativo, Recepcionista e Vendedor.

“Com esta décima quarta convocação de instrutores aprovados nós renovamos mais uma vez o principal objetivo da Fundação Wall Ferraz, que é levar qualificação profissional ao teresinenses por meio de profissionais qualificados e preparados”, pontua Nilza Melo, Presidente em exercício da Fundação Wall Ferraz.

A FWF fica localizada na Praça Marechal Deodoro da Fonseca (Praça da Bandeira), Nº 900, ao lado da Prefeitura de Teresina. Os instrutores convocados que não comparecerem no prazo determinado serão considerados desistentes, sendo automaticamente excluídos do Processo Seletivo Simplificado, convocando-se o candidato imediatamente subsequente.

As inscrições para o Processo Seletivo de Instrutores Nº 001/2018 aconteceram no período de 05 a 09 de fevereiro de 2018 e o resultado final foi divulgado no dia 2 de março, no site da Fundação Wall Ferraz.

Edital de convocação de instrutores

Encerramentos de cursos marcam o mês de junho nos Centros de Capacitação da FWF

Até o início de junho, 12 turmas de qualificação profissional do Projeto Profissionalizar Teresina foram encerradas, o que permitiu que mais de 300 pessoas tivessem acesso gratuito à capacitação e qualificação profissional. Até o final do mês, mais 14 turmas devem ser finalizadas totalizando 28. A segunda etapa do programa Profissionalizar Teresina terá início ainda em junho e será realizada em parceria com entidades comunitárias.

Em março deste ano, o Projeto profissionalizar Teresina abriu mais de 600 vagas em 16 cursos profissionalizantes que abrangiam as mais diversas áreas de atuação e oportunizou a qualificação de jovens e adultos de diferentes bairros da cidade. Ao longo de dois meses, instrutores e alunos movimentaram os 12 Centros de Capacitação da Fundação Wall Ferraz, trocaram experiências e vivenciaram dentro e fora da sala de aula momentos de aprendizado constante

“A cada encerramento de curso, nosso sentimento é de que nós, da Fundação Wall Ferraz, demos o nosso melhor e conseguimos levar para a população curso de qualidade, com instrutores capacitados que com certeza fizeram a diferença na vida de cada aluno”, pontua a Gerente de Capacitação da FWF.

“O curso só veio contribuir para a minha formação profissional. Eu escolhi fazer esse curso por ser uma área bastante ampla, expansão e promissora aqui em Teresina”, afirmou Junior Ferreira, concludente do curso de Operador de Call Center, realizado no Centro de Capacitação do bairro Itaperu, zona Norte de Teresina.

Glaucione Costa, aluna do curso de Recepcionista do Centro de Capacitação do Redenção, não mediu esforços em busca de qualificação profissional: “Soube através de uma tia e não posso negar que foi muito difícil estar aqui todos os dias pois eu tenho três filhos pequenos. Mesmo assim não deixei as dificuldades me pararem. Agora eu adquiri minha primeira qualificação e quero seguir nessa área, trabalhar com atendimento ao público, quero fazer outros cursos na área e me inserir no mercado de trabalho”.

Nem mesmo a distância afastou quem vê na Fundação Wall Ferraz uma oportunidade de qualificação profissional e cidadania. Simone Silva, aluna de Vendas do Centro de Capacitação do Dirceu e moradora do Vale do Gavião, viu na distância uma dificuldade, mas não se deixou abater e garante que isso só lhe dará bons resultados: “Eu tive uma grande oportunidade na vida com esse curso. Nossos instrutores eram excelentes e nos motivaram todos os dias a não desistir e buscar cada vez mais qualificação. Recomendo pra todo mundo e já me vejo trabalhando na área”, afirma com empolgação.

Jorge Magno, aluno do curso de Corte de Cabelo e Escova já sonha em montar o próprio negócio ao lado de colega curso: “Minha vontade agora, após a finalização do curso, é de montar meu próprio negócio na área de corte de cabelo e barbearia e crescer profissionalmente”, conclui o aluno do curso de Corte de Cabelo e Escova ofertado no Centro de Capacitação do bairro Matadouro.

Os 16 cursos ofertados em 28 turmas pela Fundação Wall Ferraz nesta primeira etapa do “Profissionalizar Teresina” foram: Agente de Portaria, Eletricista Predial, Assistente Administrativo, Balconista de Farmácia, Recepcionista, Vendedor, Operador de Call Center, Operador de Caixa, Corte de Cabelo e Escova, Depilação, Manicure e Pedicure, Cuidador de Idoso, Operador de Microcomputador, Designer Gráfico, Panificação e Salgadeiro.

Fundação Wall Ferraz realiza Ação de Cidadania especial no mês das mães 

As ações de cidadania do mês de maio serão especialmente dedicadas às mães. Serviços que promovem a beleza, desenvolvimento de habilidades artísticas e proporcionam bem-estar e integração social com a comunidade serão levados para os Centros de Capacitação dos bairros Itaperu, Poty Velho, Parque Brasil, Leonel Brizola, Redenção e Piçarreira no próximo sábado, 19, de 8h às 12h.

“As atividades de cidadania levam serviços que valorizam o cuidado pessoal, contribuindo para a elevação da autoestima e despertando habilidades muitas vezes desconhecidas por essas mulheres durante a realização das oficinas produtivas”, pontua a presidente da Fundação Wall Ferraz, Samara Pereira.

Raimunda Teixeira, Chefe do Centro de Capacitação do bairro Poty Velho reforça a importância de levar serviços especiais às mães teresinenses: “A população sempre abraça esse tipo de ação, porque envolve a comunidade e todos podem ter acesso a serviços de qualidade e gratuitos. E essa ação é mais que especial pois é em homenagem as mães de Teresina”, ressaltou Raimunda, que em parceria com outras instituições vai ofertar Limpeza de pele e oficina artesanal de colares de cerâmica na Ação de Cidadania deste sábado.

Todas as ações, oficinas e cursos promovidos pela Fundação Wall Ferraz são gratuitos e promovem cidadania, integração, capacitação e qualificação profissional.

 

FWF abre inscrições para cursos do projeto Profissionalizar Teresina

Começam nesta segunda-feira (19) as inscrições para os cursos profissionalizantes da Fundação Wall Ferraz em diversos Centros de Capacitação Profissional mantidos pela Prefeitura Municipal de Teresina.  Ao todo, são 622 vagas distribuídas em 27 turmas, nas diferentes regiões da cidade e contemplam as áreas de gestão de negócios, alimentação, infraestrutura, ambiente e saúde, informática e artesanato.

As inscrições são totalmente gratuitas, realizadas nos próprios Centros de Capacitação em que ocorre a oferta de cada curso. É importante que o interessado esteja atento aos critérios de escolaridade e idade estabelecidos e que no momento da escolha do curso tenha clareza sobre a capacitação que melhor se adequa ao seu perfil, para que ao final tenham chances efetivas de buscar uma colocação no mercado de trabalho.

Os cursos do projeto Profissionalizar Teresina serão ministrados por instrutores devidamente capacitados e que foram classificados no processo seletivo da FWF, o que garante elevado nível de qualidade à formação socioprofissional recebida.

CLIQUE AQUI E CONFIRA O CRONOGRAMA COMPLETO

Centros de capacitação da FWF terão programação especial para mulheres nos dias 17 e 24 de março

A Fundação Wall Ferraz continua com programação especial em alusão ao Dia Internacional da Mulher, celebrado no último dia 8 de março. A FWF estará à disposição do público feminino para realizar atendimentos variados que estimulem a autoestima, autocuidado e o empoderamento econômico feminino.

As Ações de Cidadania acontecem de forma simultânea em diferentes zonas da cidade  ofertando serviços de beleza, como corte de cabelo e esmaltação,  oficinas de artesanato em feltro e confecção de laços e tiaras.

No dia 17 os serviços serão ofertados nos Centros de Capacitação dos bairros Itaperu, Conjunto Leonel Brizola, Dirceu, Piçarreira, Vermelha e Parque Brasil.

Já no dia 24 os bairros beneficiados serão parque Alvorada, Matadouro, Cerâmica Cil, Satélite, Redenção e Poti Velho.