Curso de artesanato com temas natalinos traz boas perspectivas de comercialização

O espírito natalino se aproxima e com ele muitas oportunidades de geração de renda. No ramo de artesanato, os artigos e itens de decoração já se podem ser vistos em lojas para comercialização. Para atender a esta demanda, o projeto Profissionalizar Teresina, ofertou o curso de Artesanato em Feltro em parceria com o Museu de Arte Sacra Dom Paulo Libório. Durante um mês, 18 mulheres participaram do curso que qualificou e deu oportunidade de autonomia financeira e desenvolvimento pessoal. Ao final do curso, as alunas realizaram uma exposição com os produtos produzidos com a temática de fim de ano.

“O curso é muito bom e também foi muito importante para nós. Colocamos nossas habilidades e a criatividade para produzir as peças com a temática natalina que tanto emociona. Agora é se aperfeiçoar e oferecer aos clientes produtos bem feitos e de qualidade”, conta Socorro Passos, aluna do curso de Artesanato em Feltro.

Para a Presidente da Fundação Wall Ferraz, Samara Pereira, o curso é uma ótima oportunidade para quem busca uma renda extra neste período: “Cada vez mais, a Fundação Wall Ferraz tem buscado oferecer aos teresinenses, oficinas e cursos com grande potencial de geração de renda. Cursos na área de artesanato, por serem uma atividade manual possibilita a confecção de itens personalizados, com identidade. O que é um grande diferencial e agrega bastante valor ao produto.”

Além Artesanato em Feltro, a Fundação Wall Ferraz também ofereceu ao longo deste ano os cursos de Artesanato em EVA, Cerâmica, Papel e Bolsa Artesanal.

O Profissionalizar Teresina é voltado para jovens e adultos em geral, visando formação profissional que garanta a conquista de oportunidades no mercado de trabalho, seja através do trabalho formal ou de iniciativas autônomas.

O Museu de Arte Sacra Dom Paulo Libório, foi inaugurado em 15 de agosto de 2011 pela Prefeitura de Teresina e é um importante espaço cultural teresinense. O local foi à última moradia de Dom Paulo Libório, primeiro arcebispo teresinense. Parte das peças expostas pertencia ao religioso, assim como os dois mil livros disponíveis na biblioteca do museu. O acervo é composto por aproximadamente 2.000 peças dos séculos XVII a XX. São imagens sacras, alfaias, oratórios, paramentos e mobiliário.

O Museu fica localizado na rua Olavo Bilac, número 1481, Centro de Teresina.