Fundação Wall Ferraz abre 250 vagas para o Profissionalizar Teresina

Neste mês de setembro a Fundação Wall Ferraz dá início à segunda etapa do Profissionalizar Teresina. Ao todo, são 250 vagas distribuídas em oito cursos, que vão contemplar bairros da capital em todas zonas da cidade. As inscrições serão realizadas a partir desta segunda-feira (17) nos Centros de Capacitação e no Centro Social do bairro Cristo Rei. As aulas terão início em outubro.

“Essa nova etapa do Profissionalizar Teresina vai garantir a oferta de cursos que contemplam diversas áreas de atuação profissional. Desta forma, os teresinenses vão ter mais uma oportunidade para aprender uma nova profissão e assim terem mais chances de serem inseridos no mercado formal de trabalho ou mesmo desenvolver atividades autônomas e empreendedoras, de modo a incrementar suas rendas”, pontua a presidente da Fundação Wall Ferraz, Samara Pereira.

Os cursos contemplam as áreas de Informática, Gestão e Atendimento. São eles: Agente de Portaria, Assistente Administrativo, Balconista de Farmácia, Corte de Cabelo e Barbearia, Marketing em Mídias Sociais e Operador de Call Center, Operador de Microcomputador e Vendas. É importante que o interessado esteja atento aos critérios de escolaridade e idade estabelecidos. No momento da escolha também deve ter clareza sobre o que melhor se adéqua a seu perfil, para que ao final tenham chances efetivas de buscar uma colocação profissional.

O Profissionalizar Teresina é voltado para jovens e adultos em geral, visando formação profissional que garanta a conquista de oportunidades no mercado de trabalho, seja através do trabalho formal ou de iniciativas autônomas. Os cursos de formação inicial e continuada ofertados são totalmente gratuitos e garantem capacitação de qualidade aos teresinenses.

Informações sobre os cursos disponíveis, locais de realização e inscrição podem ser conferidos no cronograma abaixo.

CRONOGRAMA FWF 2018CRONOGRAMA FWF 2018 02/02

 

O bom atendimento do Operador de Caixa será tema do Qualifica Teresina desta segunda (17)

O trabalho do Operador de Caixa vai muito além de saber usar um computador. Atender com boa vontade, ser educado e rápido são apenas algumas das características positivas recomendadas para quem atua nesta função. No Qualifica Teresina desta segunda-feira (17), a convidada Rozikele Gomes, vai abordar alguns dos aspectos mais importantes para ser um bom profissional ao operar um caixa e também os erros mais comuns deste profissional.

“O bom atendimento é primordial para quem trabalha como Operador de Caixa. Atender bem faz toda a diferença para que o cliente se fidelize. Também é importante valorizar o cliente e fazer com que ele se sinta único”, comenta Rozikele Gomes.

Rozikele Gomes é Graduada em Pedagogia, Especialista em Psicopedagogia e Docência do Ensino Superior e há dez anos presta consultoria na área de profissionalização.

O Qualifica Teresina é desenvolvido pela Fundação Wall Ferraz em parceria com a Secretaria Municipal de Comunicação (Semcom). O quadro vai ao ar todas às segundas-feiras dentro do programa Cultura Mix Primeira Edição na Rádio FM Cultura de Teresina, 107,9 MHz de 9h às 9:30 da manhã com transmissão ao vivo pela página da Fundação Wall Ferraz no Facebook.

 

 

 

Workshop de Orientação Profissional inicia amanhã

Na última semana dezenas de teresinenses procuraram o Balcão do Trabalhador para fazer inscrição no workshop de orientação profissional. Devido à grande procura, o primeiro workshop de setembro vai acontecer nesta quarta e quinta, no auditório da Secretaria Municipal de Administração e Recursos Humanos, de 9h às 11h da manhã. Somente no primeiro semestre deste ano, mais de 800 pessoas participaram dos treinamentos.

Durante o treinamento serão abordados vários aspectos do processo de admissão, tais como: elaborar um currículo atrativo; como se comportar em uma entrevista de emprego; também serão colocadas as perguntas mais frequentes em uma entrevista de emprego; marketing pessoal. Os participantes também vão receber informações de como utilizar a internet e as mídias digitais na busca pelas oportunidades de emprego. Ao final, os participantes do workshop poderão cadastrar o currículo no Balcão do Trabalhador.

A presidente da FWF, Samara Pereira, destaca que o profissional que participa desta atividade sai mais seguro e preparado para enfrentar processos de seleção realizados pelas empresas. “O principal objetivo dessa orientação prestada pelo Balcão do Trabalhador através da Fundação Wall Ferraz é oportunizar que o teresinense tenha maior possibilidade de êxito na conquista de uma vaga ao enfrentar os processos seletivos das empresas”, diz.

Neste ano, mais de 800 pessoas entre jovens e adultos, passaram pelos workshops do Balcão do Trabalhador. O treinamento é gratuito e aberto ao público e busca diminuir o tempo de espera do trabalhador que procura uma colocação a partir de programas gratuitos de qualificação e requalificação profissional.

O auditório da Sema fica localizado na Rua Firmino Pires, número 121, no Centro de Teresina.

Curso de Arte em Papel estimula autoestima e capacidade produtiva dos cadeirantes

Desde junho, vinte membros da Associação dos Cadeirantes do Município de Teresina (Ascamte) estão participando do curso de Arte em Papel. De lá para cá, todas as aulas são marcadas por muito entusiasmo e vontade de aprender.

“Tem sido muito prazeroso participar do curso de Arte em Papel oferecido pela Fundação Wall Ferraz. Em todas as aulas nós aprendemos coisas novas. O que a gente mais quer é fazer deste curso uma profissão, trabalhar em cima do que foi passado e assim garantirmos um incremento de renda tanto para nós quanto para a Associação”, diz Danielle Pamela, membro da Ascamte.

O curso de Arte em Papel faz parte do Projeto Profissionalizar para Inserir, que tem como principal objetivo levar profissionalização a públicos em situação de vulnerabilidade e risco social. O curso tem 60h aula e acontece nas manhas de sábado no Centro de Capacitação da Vermelha.

“Desde o início os alunos estão muito empolgados e orgulhosos deles mesmos. Essa é uma técnica nova aqui em Teresina e a primeira turma desta modalidade de arte é formada pelos membros da Ascamte. Nas últimas aulas o encantamento só aumentou porque eles viram os trabalhos em papel emoldurados, colocados em quadros e também por virem os quadros expostos na Feira de Empregos e Negócios e nos encerramentos de outros cursos da FWF. Mesmo com algumas limitações eles conseguiram se desenvolver bem ao longo de todo o curso”, pontua a instrutora do curso de Arte em Papel, Vanessa Waleria.

O Projeto Profissionalizar para Inserir desenvolve uma política dirigida a grupos com demandas específicas, construída de maneira coletiva com as representações do segmento para a realização de uma capacitação de qualidade e cada vez mais inclusiva. Cursos de Artesanato em Mosaico, Feltro, Pintura em tecido, Manicure e Pedicure e Corte de cabelo também foram ofertados para os beneficiados com o projeto.

O Profissionalizar para Inserir já qualificou mais de 160 teresinenses, entre mulheres em situação de violência, dependentes químicos, população em situação de rua e jovens em cumprimento de medidas socioeducativas.

Independência financeira é o tema do Qualifica Teresina desta segunda (10)

O que é independência financeira? É possível a todos? Por que o brasileiro é tão endividado? O que fazer para sair das dívidas? A convidada do Qualifica Teresina desta segunda-feira (10), Marielle Baía , vai falar sobre a importância da educação financeira e a preocupação com sua autonomia e/ou independência.

Marielle Baía é psicóloga e educadora financeira, MBA em Gestão Empresarial – FGV e Gestão de Pessoas. Tem 15 anos de experiência em liderança/gestão com educação financeira e é sócia administradora da Checklist Consultoria- Franqueada DSOP Educação Financeira.

O Qualifica Teresina é desenvolvido pela Fundação Wall Ferraz em parceria com a Secretaria Municipal de Comunicação (Semcom). O quadro vai ao ar todas às segundas-feiras dentro do programa Cultura Mix Primeira Edição na Rádio FM Cultura de Teresina, 107,9 MHz de 9h às 9:30 da manhã com transmissão ao vivo pela FanPage da Fundação Wall Ferraz no Facebook.

Balcão do Trabalhador está com inscrições abertas para workshop de orientação profissional

Foto: Romulo Piauilino

Seguem até a próxima quinta-feira (6) as inscrições para o workshop de orientação profissional do Balcão do Trabalhador. O workshop é gratuito e direcionado às pessoas que buscam oportunidade de inserção no mercado de trabalho e fornece aos profissionais orientações e experiências práticas que facilitem os processos de seleção realizados pelas empresas.

Para participar, os interessados devem fazer inscrição durante esta semana na sede do Balcão do Trabalhador, localizado no Edifício Saraiva Center, rua Firmino Pires, Nº 379, no horário de 7h30 às 13h.

Durante o treinamento serão abordados vários aspectos do processo de admissão, tais como: elaborar um currículo atrativo; como se comportar em uma entrevista de emprego; também serão colocadas as perguntas mais frequentes em uma entrevista de emprego; marketing pessoal. Os participantes também vão receber informações de como utilizar a internet e as mídias digitais em busca de oportunidades de emprego. Ao final, os participantes terão o currículo cadastrado no banco de dados do Balcão do Trabalhador.

“As atividades realizadas pelo Balcão do Trabalhador proporcionam ao profissional informações que o deixe mais preparado e seguro para enfrentar processos de seleção das empresas. Desta forma, os teresinenses poderão ter maior possibilidade de êxito na conquista de uma vaga”, pontua o psicólogo do Balcão do Trabalhador, Atila Araújo.

O primeiro workshop do mês de setembro vai acontecer na próxima quarta-feira, dia 12, no auditório da Secretaria Municipal de Administração e Recursos Humanos (Sema), de 9h às 11 da manhã.

O Balcão do Trabalhador foi criado em 2014 pela Fundação Wall Ferraz e tem como principal objetivo prestar orientação profissional e intermediar vagas de emprego junto para os teresinenses. Somente no primeiro semestre deste ano mais de 800 jovens e adultos foram beneficiados com os serviços de orientação profissional desenvolvidos pelo Balcão do Trabalhador.

Fundação Wall Ferraz oferece curso de Panificação para pais de alunos do Cidade Olímpica Educacional

Foto: Ascom Semec

Desde maio, cerca de vinte pais de alunos do Programa Cidade Olímpica Educacional participam de uma Oficina de Panificação. A oficina ofertada pela Fundação Wall Ferraz acontece nas manhãs de sábado e é realizada enquanto os alunos da rede municipal de educação assistem aulas de disciplinas preparatórias para olimpíadas de conhecimento. O curso tem carga horaria de 50 horas e segue até o dia 15 de setembro na Escola Municipal Murilo Braga.

“Antes a gente vinha deixar nossos filhos e ficávamos ociosos sem algo produtivo pra fazer. Hoje a gente, vem, se ocupa e aprende algo novo. Eu já sabia fazer doces e salgados em casa, mas com esse curso da Fundação estou tendo a oportunidade de me aperfeiçoar e adquirir mais conhecimento na área. Eu e minha esposa já pensamos em montar um pequeno negócio no futuro e colocar em prática o que foi aprendido durante as aulas pra garantir uma renda extra”, afirma José de Ribamar Pereira, pai da Maria Aparecida, aluna do Programa Cidade Olímpica Educacional.

Para a Gerente Pedagógica da FWF, Thayse Aguiar, a oficina oportuniza que pais e mães aprendam uma nova profissão e incremento de renda: “Essa proposta de qualificação e incentivo à produção autônoma visa fortalecer as habilidades das pessoas que acompanham as crianças beneficiadas com o projeto Cidade Olímpica Educacional. Acreditamos que são pessoas que buscam uma alternativa de incremento de renda e que os conhecimentos adquiridos vão agregar na rotina dessas famílias. Essa oportunidade é uma experiência exitosa de uma parceria entre a Semec”, pontua.

Foto: Ascom Semec

Em 2018, mais de mil teresinenses foram qualificados através de 26 oficinas e cursos profissionalizantes ofertados gratuitamente em todas as zonas da cidade.

O Programa Cidade Olímpica Educacional é desenvolvido pela Prefeitura de Teresina por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semec) e foi criado para aprofundar os conhecimentos dos alunos com aulas aos sábados nas disciplinas de matemática, física, química, língua portuguesa, astronomia e ciências.

Qualifica Teresina vai abordar sobre o líder transformador e suas atividades

O que é um líder? Quais as características de um líder? Porque precisamos buscar a mudança? O convidado do Qualifica Teresina desta segunda-feira (03), Wolney Aguiar, vai falar sobre o líder transformador e atitudes e ferramentas para o crescimento profissional e social.

Wolney Aguiar é graduado em Desenvolvimento de Sistemas para Internet, MBA em Gestão Empresarial e Gestão Financeira, Controladoria e Auditoria. Tem doze anos de experiência em liderança de equipes e é sócio consultor da Gestor Consultoria.

O Qualifica Teresina é desenvolvido pela Fundação Wall Ferraz em parceria com a Secretaria Municipal de Comunicação (Semcom). O quadro vai ao ar todas às segundas-feiras dentro do programa Cultura Mix Primeira Edição na Rádio FM Cultura de Teresina, 107,9 MHz de 9h às 9:30 da manhã com transmissão ao vivo pela FanPage da Fundação Wall Ferraz no Facebook. Curta e acompanhe: http://bit.ly/FunWallFerraz.

Profissionalizar Mulher abre 125 vagas em cursos de profissionalização

As mulheres teresinenses terão mais uma boa oportunidade de qualificação profissional. Iniciam nesta segunda-feira (3), as inscrições para 125 vagas do Programa Profissionalizar Mulher. A ideia do programa é promover igualdade entre os sexos e autonomia produtiva para as mulheres. As inscrições serão realizadas nos Centros de Capacitação até o dia 10 de setembro.

Um dos diferencias desta nova etapa do Profissionalizar Mulher, é a oferta de 25% das vagas para mulheres em situação de vulnerabilidade e risco social atendidas pela rede de enfrentamento à violência em Teresina. Para este grupo especifico, as inscrições serão realizadas no Centro de Referência Esperança Garcia.

Os cursos ofertados contemplam as áreas de Alimentação, Beleza, Infraestrutura e Mídias digitais. São eles: Salgadeira, Corte de Cabelo e escova, Manicure e Pedicure, Eletricista Predial e Marketing em Mídias Sociais. Os cursos serão realizados em cinco Centros de Capacitação, contemplando os bairros Dirceu II, Leonel Brizola, Parque Brasil, Piçarreira e Satélite.

“Vamos para mais uma etapa do Profissionalizar Mulher e neste ano o desafio é ainda maior. Queremos oferecer para as mulheres teresinenses oportunidades de crescimento pessoal e profissional. E mais ainda, fazer com que elas vejam sua importância em nossa sociedade, que saibam das suas capacidades, dos seus direitos. Com os cursos de profissionalização elas vão ter a chance de aprender uma profissão, se inserir no mercado de trabalho formal ou mesmo desenvolver atividades autônomas”, pontua a presidente da fundação Wall Ferraz, Samara Pereira

Além da qualificação profissional ofertada pela Fundação Wall Ferraz, as mulheres atendidas pelo programa vão participar de rodas de diálogo sobre gênero e empoderamento feminino desenvolvidas pela Secretaria de Políticas Públicas para Mulheres.

Os cursos oferecidos contam com instrutores altamente capacitados, além de materiais didáticos de qualidade e que estejam de acordo com a demanda solicitada pelo mercado de trabalho. Além disso, os cursos atendem uma demanda das próprias mulheres, visto que no início do ano, a Fundação Wall Ferraz, em parceria com a Secretaria Municipal de Planejamento (Semplan), lançou uma pesquisa, por meio de questionário, no aplicativo COLAB. O objetivo da pesquisa era captar o interesse das mulheres teresinenses por capacitação e qualificação profissional.

“Eu fiz o curso de Pedreira através do Profissionalizar Mulher e hoje faço alguns serviços na vizinhança. O ruim é que ainda existe muito preconceito e muitas pessoas acreditam que não vamos dar conta porque é uma profissão que sempre foi vista como masculina. Mas a gente vai garantindo nosso espaço pouco a pouco. Eu mesma fiz o muro da minha casa e reboquei as paredes. Com mais essa oportunidade, muitas outras mulheres vão poder se qualificar e aprender uma profissão”, conta Jane Silva, ex aluna da Fundação Wall Ferraz.

O Projeto Profissionalizar Mulher é desenvolvido pela Fundação Wall Ferraz e Secretaria Municipal de Políticas Públicas para Mulheres. Na primeira fase do programa, de 2013 a 2015, mais de 1.000 mulheres foram qualificadas em diversas áreas, incluindo algumas tidas como exclusivas do universo masculino, como é o caso da Construção Civil.

Confira aqui o cronograma

Concludentes de cursos da Fundação Wall Ferraz lotam  teatro em solenidade de certificação

O Theatro Quatro de Setembro foi palco da entrega de mais de quinhentos certificados para os alunos da Fundação Wall Ferraz que concluíram cursos no primeiro semestre deste ano.  A solenidade, que faz parte da programação do aniversário de 166 anos da cidade aconteceu nesta quarta-feira (29), às 16h.

Vinte e seis cursos foram ofertados em diferentes programas, beneficiando mais de mil jovens, adultos e grupos específicos. Este ano as novidades foram os cursos de Corte de Cabelo masculino e barbearia, Designer gráfico, Doces finos e trufas, Organizador de eventos e Salgadeiro, cursos que fomentam o empreendedorismo e a iniciativa autônoma. Na área de atendimento a novidade foi o curso de Balconista de Farmácia, que atende uma grande demanda devido a instalação de várias redes de farmácia na cidade.

“A Fundação Wall Ferraz tem uma missão muito importante, principalmente neste momento de crise que estamos vivendo. Mas mesmo com essas dificuldades que são reais, em conjunto com a Prefeitura de Teresina, nós temos ações que estão dando exemplo para o Piauí e para outras prefeituras. Quando você planeja e tem uma equipe boa consegue dar uma resposta positiva para a população. E é isso que a Fundação Wall Ferraz tem conseguido fazer ao longo dos seus vinte anos. E é isso que os teresinenses merecem, obras, serviços e ao final, uma prestação de contas que beneficie a população”, afirmou Luiz Junior, Vice-Prefeito de Teresina.

Entre os principais programas desenvolvidos pela Fundação Wall Ferraz está o Profissionalizar Teresina, que disponibilizou ao longo do primeiro semestre cerca de 850 vagas em cursos de profissionalização e é dirigido aos jovens e adultos em geral para formação profissional e visa inserção no mercado de trabalho e desenvolvimento de atividades empreendedoras.

Outro destaque é o Profissionalizar para Inserir, que tem como público alvo grupos em situação de risco e vulnerabilidade social. Neste programa, cerca de 160 pessoas passaram pelos cursos de qualificação ofertados desde o fim de junho. Entre os beneficiados estão dependentes químicos, mulheres vítimas de violência, população em situação de rua e jovens em cumprimento de medidas socioeducativas.

Os cursos foram distribuídos nas sedes das entidades parceiras e nos Centros de Capacitação da Fundação Wall Ferraz em todas as zonas da cidade e contemplavam as mais diversas áreas de atuação. Entre elas, Alimentação, Gestão, Infraestrutura, Ambiente e Saúde e Informática.

Os cursos de formação inicial e continuada ofertados pela Fundação Wall Ferraz são totalmente gratuitos e garantem capacitação de qualidade aos teresinenses, principalmente jovens e adultos de baixa renda.