“Como superar a apatia no ambiente de trabalho” será tema do Qualifica Teresina desta segunda-feira (8)

Quais competências emocionais necessárias para o relacionamento saudável no ambiente de trabalho? Como ajudar os colegas de trabalho em suas dificuldades? Como passar um feedback positivo aos colegas de trabalho? A convidada especial do Qualifica Teresina desta segunda-feira (8), Yolanda Bezerra, vai falar sobre a importância de superar a apatia no ambiente de trabalho. Quadro vai ao ar na Rádio FM Cultura 107.9, MHz a partir de 9h da manhã durante o programa Cultura Mix.

Yolanda Bezerra Amorim é graduada em Administração de Empresas pelo ICF com Ênfase no Desenvolvimento Humano, pelo IBNC em Terapias Naturais e pelo IDEVS em Constelações Familiares e Organizacionais. Também é especialista em Gestão & Desenvolvimento Humano, Administradora, Consultora e Facilitadora nas áreas de Gestão Empresarial e Desenvolvimento Humano Sistêmico.

O Qualifica Teresina é desenvolvido pela Fundação Wall Ferraz em parceria com a Secretaria Municipal de Comunicação (Semcom) e vai ao ar toda segunda-feira, dentro do Cultura Mix, de 9h às 9h30 da manhã na Rádio FM Cultura. A rádio pode ser sintonizada na frequência 107,9 MHz e o quadro tem transmissão ao vivo pela página da Fundação Wall Ferraz no Facebook.

Instrutores da Fundação Wall Ferraz participam de encontro pedagógico antes do início dos cursos

Os novos instrutores da Fundação Wall Ferraz participaram de um encontro pedagógico na manhã desta sexta-feira (5). Antes de iniciarem os trabalhos em sala de aula, 55 profissionais receberam orientações e informações sobre os serviços ofertados pela instituição, qual o público alvo e os procedimentos pedagógicos que devem ser adotados na execução dos cursos. As aulas dos cursos do Profissionalizar Teresina devem ter início na próxima semana.

A presidente da Fundação Wall Ferraz, Samara Pereira, deu boas-vindas aos instrutores e repassou informações sobre as perspectivas pedagógicas dentro da educação profissional voltada para jovens e adultos, e sobre a dimensão do gênero no processo educativo, considerando que o público alvo dos cursos ofertados pela FWF é de baixa renda e tem dificuldade de acesso à informação.

Elisane Melo, especialista em gestão e liderança empresarial, colaborou com o que chamou de “Diálogo Temático sobre Liderança e Gestão”, onde explanou aos profissionais a importância de buscar conhecer o aluno e em qual realidade ele está inserido. “A partir do momento que eu tenho habilidade e competência para estar em sala de aula, eu preciso saber quem é o aluno que está diante de mim. A formação profissional vai além de ensinar técnicas para as pessoas”, pontua.

“Esse é um momento de formação e de ambientação que a gente promove com os instrutores, onde vamos passar informações acerca do funcionamento, dos objetivos, das metas, da proposta da Fundação Wall Ferraz através dos cursos. Sabemos da importância desses profissionais para a formação dos nossos alunos e buscamos sempre ”, explica a Gerente de Capacitação da Fundação Wall Ferraz, Thayse Aguiar.

Profissionalizar Teresina

No primeiro semestre deste ano, o Profissionalizar Teresina vai ofertar cursos nas áreas de Alimentação, Artesanato, Beleza e Estética, Gestão, Informática, Infraestrutura Mídias Digitais. São eles: Agente de Portaria, Arte e decoração com balões, Artesanato em biscuit, Balconista de farmácia, Corte de cabelo e barbearia, Cuidador de idoso, Depilação, Excel, Limpeza e manutenção de ambientes, Manicure e pedicure, Marketing em mídias sociais, Operador de caixa, Operador de microcomputador, Panificação, Pintor predial, Prevenção de perdas/Fiscal de lojas

Em 2018, o programa Profissionalizar Teresina beneficiou mais de 2 mil jovens e adultos em todas as zonas da cidade levando cursos de formação profissional com possibilidade real de retorno imediato na geração de renda e inserção no mercado de trabalho formal.

 

1º Seminário Municipal: “Mulher e mundo do trabalho” discute os desafios da inclusão socioprodutiva

Durante todo o dia desta quarta-feira (3), o auditório do IFPI Central foi palco do 1º Seminário Municipal: “Mulher e Mundo do Trabalho: desafios da inclusão socioprodutiva”. O evento realizado pela Fundação Wall Ferraz e Secretaria de Políticas Públicas para Mulheres, tinha como principal objetivo promover a discussão acerca dos programas de profissionalização, inclusão socioprodutiva e fortalecer as políticas de geração de trabalho e renda entre as mulheres no município.

A conferência de abertura discutiu os desafios históricos e atuais enfrentados pelas mulheres no mercado de trabalho e foi ministrada por Tauani Zampieri Cardoso, consultora do projeto Mulheres Resilientes, Cidades Resilientes, do PNUD. No segundo momento, foram apresentadas as Leis Municipais que tratam da relação mulher e mundo do trabalho, profissionalização e inclusão da mulher no mercado de trabalho em Teresina. A responsável pela apresentação foi a vereadora Teresinha Medeiros. A mesa redonda formada por representantes da FWF, SMPM, Semest, Semdec, Senai e IFPI vão abordou experiências de profissionalização e inclusão socioprodutiva de mulheres em Teresina.

Representando o prefeito Firmino Filho, o gestor da Fundação Municipal de Saúde, Charles da Silveira, destacou a importância das políticas públicas para inserção da mulher no mercado de trabalho. “Nós queremos uma sociedade transformada, onde as mulheres possam avançar e ocupar espaços de maneira igualitária. Aí entra o poder público possibilitando qualificação profissional, oficinas de conscientização, para que juntas, as mulheres possam construir um sentimento comunitário de ação”, afirmou.

 

Também foram realizados os workshops Mulher e Liderança no Mundo do Trabalho com Monique Menezes e Elisane Melo; Empreendedorismo entre as Mulheres com a empresária Silvia Meneses e Yolanda Amorim (SEBRAE), Educação Financeira com e Mulher no cenário da Ciência e Tecnologia com Ana Claudia Galvão e Luciana Farias. O evento também possibilitou que mulheres empreendedoras fortalecessem seus negócios através da exposição e comercialização de produtos artesanais.

 

Marilia Carvalho, estudante de Serviço Social e participante do Seminário, cita que a discussão acerca do tema mulher e mundo do trabalho merece ser cada vez mais inserida no cotidiano da sociedade. “É importante que esse assunto seja sempre pautado para que cada vez mais as mulheres tenham consciência do seu espaço em todas as esferas da sociedade”, diz.

 

“Foi um momento de articulação entre as diversas instituições que de alguma forma desenvolvem ações para promoção da mulher no mundo do trabalho. Nesta oportunidade tivemos um momento de troca de informação, formação e difusão da legislação local acerca do que já temos instituído legalmente para o acesso da mulher ao mercado de trabalho”, pontua a presidente da Fundação Wall Ferraz, Samara Pereira.

 

Segundo a gestora da SMPM, Macilane Gomes, o seminário foi pensado para refletir sobre os desafios da inclusão socioprodutiva das mulheres. “Em 2018, realizamos um diagnóstico sobre a violência contra a mulher em Teresina, que apontou que as mulheres se destacam na educação formal. No entanto, na inclusão no mercado de trabalho e na garantia da autonomia, a cidade ainda precisa avançar. Por isso, já pensamos ações que possam garantir essa inclusão e a superação da desigualdade de gênero para que as mulheres possam participar desse desenvolvimento econômico de maneira equânime, ocupando espaços de poder, que elas possam se qualificar escolhendo em que área e incluindo -se no mercado de trabalho também como superação da violência que vivenciam em âmbito doméstico”, apontou.

Desde 1997, a Fundação Wall Ferraz oferece cursos profissionalizantes gratuitos que garantem capacitação de qualidade para a população, principalmente jovens e adultos de baixa renda. Com o programa Profissionalizar Mulher, realizado em parceria com a SMPM, mais de mil mulheres já foram qualificadas para o mercado de trabalho. Os cursos oferecidos contemplam várias áreas de atuação, entre elas alimentação, artesanato, beleza e estética, confecção têxtil e fomentam a inserção no mercado de trabalho, inclusão socioprodutiva e geração de renda para as mulheres teresinenses.

 

 

1º Seminário Municipal: “Mulher e mundo do trabalho” acontece nesta quarta-feira (3)

O 1º Seminário Municipal: “Mulher e Mundo do Trabalho: desafios da inclusão socioprodutiva”, acontece nesta quarta-feira (3) no auditório do IFPI Central. Realizado pela Fundação Wall Ferraz e Secretaria de Políticas Públicas para Mulheres, o evento visa promover a discussão acerca dos programas de profissionalização, inclusão socioprodutiva e fortalecer as políticas de geração de trabalho e renda entre as mulheres no município. O Seminário acontece de 8h às 17h no auditório do IFPI Central e já conta mais de 200 inscrições.

A conferência de abertura vai discutir os desafios históricos e atuais enfrentados pelas mulheres no mercado de trabalho e será ministrada por Tauani Zampieri Cardoso, consultora do projeto Mulheres Resilientes, Cidades Resilientes, do PNUD. Também serão apresentadas as Leis Municipais que tratam da relação mulher e mundo do trabalho, profissionalização e inclusão da mulher no mercado de trabalho em Teresina. A responsável pela apresentação será a vereadora Teresinha Medeiros.

Em uma mesa-redonda, FWF, Semest, Semdec e Senai e IFPI vão discutir experiências de profissionalização e inclusão socioprodutiva de mulheres em Teresina. Durante o evento também será possível participar de Oficinas Vivas e prestigiar exposição de artesanato produzido por grupos de mulheres da capital.

Também serão ofertados os workshops, Mulher e Liderança no Mundo do Trabalho com Monique Menezes e Elisane Melo, Empreendedorismo entre as Mulheres com a empresária Silvia Meneses e Yolanda Amorim (SEBRAE) e ainda a palestra Mulher no cenário da Ciência e Tecnologia com Ana Claudia Galvão e Luciana Farias.

A presidente da Fundação Wall Ferraz, Samara Pereira ressalta que o Seminário visa fortalecer o acesso e a inclusão das mulheres teresinenses ao mercado de trabalho. “O Seminário é uma inovação no município. Será um momento de articulação entre as diversas instituições que de alguma forma desenvolvem ações para promoção da mulher no mundo do trabalho. Será um momento de troca de informação, formação e difusão da legislação local acerca do que já temos instituído legalmente para o acesso da mulher ao mercado de trabalho”, pontua.

“Ano passado fizemos o Diagnóstico da Violência contra a Mulher em Teresina, que mostrou que apesar das mulheres possuírem uma educação formal mais qualificada, os homens ainda estão mais inseridos no mercado de trabalho e possuem os maiores salários. Precisamos empoderar essas mulheres para que elas possuam autonomia e uma consequente independência financeira, pois isso também impacta os números da violência na cidade”, afirma a gestora da Secretaria de Políticas Públicas para Mulheres, Macilane Gomes.

O evento tem como público alvo as instituições de profissionalização e inclusão socioprodutiva do município, instituições que atuam em defesa da mulher, estudantes universitários, coletivos e grupos de mulheres organizadas, conselhos de direitos e sociedade em geral.

Confira a programação completa do evento

 

Fundação Wall Ferraz realiza mais de 500 atendimentos durante o MovimenThe

Foto: Jose Alves Filho

Em três dias de MovimenThe, a Fundação Wall Ferraz fez a festa da criançada. Ao todo, mais de 500 crianças receberam o serviço de Pintura de rosto que foi disponibilizado no Espaço Kids. O MovimenThe aconteceu entre os dias 29 e 31 de março no Complexo Esportivo Parentão e reuniu mais de 20 mil teresinenses.

Evento teve torneios e partidas de futsal, basquete, handebol, vôlei de praia, tênis de mesa, skate e provas de atletismo; além de feira de empreendedorismo; concurso para revelar novos cantores (Canta Bairro), festival gastronômico (Teresina Chef) e espaço dedicado exclusivamente para as crianças. O evento teve ainda shows musicais com Japa Cantora, Thalia Ferreira, Reisinho & Maclaine, Orquestra Sanfônica de Teresina e muito mais.

“O MovimenThe é um evento de cultura, lazer e entretenimento. Além das atividades para adultos, as crianças também tiveram seu momento em um espaço exclusivo. A Fundação Wall Ferraz se fez parceira ofertando o serviço de Pintura de rosto, que de forma lúdica faz toda a diferença porque possibilita na criança um momento de desenvolvimento enquanto ser em processo. Traz uma perspectiva educativa, com uma proposta de imaginação”, pontua a presidente da Fundação Wall Ferraz, Samara Pereira.

O evento, promovido pelo Grupo Meio Norte de Comunicação, é uma realização da Prefeitura de Teresina com participação da Fundação Wall Ferraz (FWF), Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (Semel), Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdec), Secretaria Municipal de Economia Solidária (Semest), Fundação Cultural Monsenhor Chaves (FMC), Fundação Wall Ferraz (FWF) e Secretaria Municipal de Comunicação (Semcom).

 

Mais de 1200 mulheres são beneficiadas com Ação de Cidadania especial

 

Corte de cabelo, design de sobrancelha, esmaltação, maquiagem, oficina de panificação e palestra sobre empreendedorismo. Durante todo o mês de março, mais de 1200 mulheres foram beneficiadas com esses serviços ofertados gratuitamente em mais uma edição da Ação de Cidadania especial dedicada às mulheres.

As atividades aconteceram nos Centros de Capacitação dos bairros Parque Alvorada, Parque Brasil, Poty velho, Piçarreira, Dirceu e Vermelha e na sede do CAPS Sudeste, CAPS Sul, SEMEST, Igreja Batista Renovada e Centro Social Pedro Arrupe, onde a ação foi dedicada especialmente às idosas atendidas pelo Centro. Ao todo foram mais de 30 mulheres beneficiadas.

As mulheres presentes em todos esses centros foram agraciadas com a palestra “Empreendedorismo feminino”, com o objetivo de incentivar as mulheres a ter um comportamento empreendedor e alcançar independência financeira através de atividades autônomas.

“As ações especiais desenvolvidas no mês da mulher contribuem para a elevação da autoestima das beneficiadas, por meio de serviços que promovem a beleza, bem-estar e desenvolvimento de habilidades artísticas. Além disso, a palestra sobre empreendedorismo também instrui essas mulheres a terem um olhar mais atento às possibilidades de desenvolverem de forma autônoma suas funções”, pontua a presidente da Fundação Wall Ferraz, Samara Pereira.

Milka Maria Silva, participante da Ação de Cidadania no bairro Dirceu, sempre aproveita essa oportunidade para realizar oficinas de artesanato. “Sempre que posso eu participo desses momentos que a Fundação Wall Ferraz proporciona. Tenho uma deficiência na mão devido um AVC, mas mesmo assim estou conseguindo fazer a oficina de laços”, diz

Todas as ações, cursos, palestras e oficinas promovidos pela Prefeitura de Teresina, por meio da Fundação Wall Ferraz, são gratuitos e tem como intuito a promoção da cidadania, integração social e qualificação profissional.

Qualifica Teresina desta segunda-feira (1) vai discutir como ter uma vida financeira mais equilibrada

Ter mais dinheiro é difícil? Como faço para economizar? E para ganhar mais? No Qualifica Teresina desta segunda (1), a convidada especial Rafaella Fernandes vai discutir como ter uma vida financeira mais equilibrada. O quadro vai ao na Rádio FM Culutra 107.9 MHz partir de 9h da manhã.

“A regra básica é gastar menos do que você ganha. Mas muitos gastam acima do que podem, chegam a esse ponto fazendo muitas escolhas erradas e continuam, passam a vida assim, achando que é normal não ter dinheiro”, afirma Rafaella Fernandes.

Ainda segundo a especialista, alguns questionamentos devem ser feitos diariamente, como por exemplo: Realmente preciso disso? Vai trazer benefício na minha vida? Se eu não comprar isso hoje, o que acontece? Estou comprando para compensar algo? “Basicamente é preciso aprender a economizar e/ou ganhar mais, mas isso envolve decisões e mudança de hábitos, as quais muitos não estão dispostos”, pontua.

Rafaella Fernandes é graduada em Psicologia pela Universidade Estadual do Piauí (UESPI), especialista em Gestão de Pessoas pelo Centro de Ensino Unificado de Teresina (CEUT), coach financeira pelo Instituto Coaching Financeiro (ICF/RJ), palestrante, terapeuta e educadora financeira pela DSOP (SP).

O Qualifica Teresina é desenvolvido pela Fundação Wall Ferraz em parceria com a Secretaria Municipal de Comunicação (Semcom) e vai ao ar toda segunda-feira, de 9h às 9h30 da manhã na Rádio FM Cultura. A rádio pode ser sintonizada na frequência 107,9 MHz e o quadro tem transmissão ao vivo pela página da Fundação Wall Ferraz no Facebook.

Fundação Wall Ferraz leva serviço de Pintura de rosto para o MovimenThe

A Fundação Wall Ferraz vai levar o serviço de Pintura de rosto para a primeira edição do MovimenThe. O evento acontece nos dias 29, 30 e 31 e tem uma vasta programação que inclui shows musicais, torneios e partidas de futsal, basquete, handebol, vôlei de praia, tênis de mesa, skate e provas de atletismo, além de feira de empreendedorismo, concurso para revelar novos cantores (Canta Bairro) e festival gastronômico (Teresina Chef). O evento acontece no Complexo Esportivo Parentão, zona sul, das 18h à meia noite.

“O MovimenThe é um evento de cultura, lazer e entretenimento. Além das atividades para adultos, as crianças também são um público importante e terão um espaço exclusivo. No Espaço Kids vai ter pintura de rosto, onde eles pedem para desenhar alguma personagem e coisas com identidade com o universo infantil. Vamos estar com os instrutores da Fundação Wall Ferraz para levar essa possibilidade de lazer para crianças. O lúdico faz toda a diferença porque possibilita na criança um momento de desenvolvimento enquanto ser em processo. Traz uma perspectiva educativa, com uma proposta de imaginação”, pontua a presidente da Fundação Wall Ferraz, Samara Pereira.

Nesta sexta-feira, 29, a programação esportiva é com competições de vôlei de praia, basquete e tênis de mesa e skate (oficina e torneio). A parte cultural é com ginástica, aula de dança, Hallyson e Balada Di Luxo e finalizando com a banda de forró a Japa.

As atividades de sábado, 30, são com as modalidades esportivas de handebol (semifinal), tênis de mesa, futsal, skate com treino livre, volta do Parentão e basquete. As atividades culturais serão desenvolvidas com o Dançando na Praça, a atração musical Vitor Amaral e a final Teresina chef e encerrando as atividades tem show de Thalia Ferreira.

No domingo, 31, último dia do MovimenThe acontece as finais do handebol, vôlei de praia feminino e masculino, futsal, skate e fut 7.  Tem também a ginástica, o dançando na praça, apresentação da Orquestra Sanfônica, final do canta bairro,  show de Reisinho e Maclaine.

O evento, promovido pelo Grupo Meio Norte de Comunicação, é uma realização da Prefeitura de Teresina com envolvimento da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (Semel), Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdec), Secretaria Municipal de Economia Solidária (Semest), Fundação Cultural Monsenhor Chaves (FMC), Fundação Wall Ferraz (FWF) e Secretaria Municipal de Comunicação (Semcom).

 

 

Com informações do meionorte.com

Fundação Wall Ferraz oferta cursos de aperfeiçoamento para artesãs do Poty Velho

A Fundação Wall Ferraz, visando a capacitação e atualização profissional das artesãs do Polo Cerâmico de Teresina, vai realizar cursos nas áreas de mosaico e bijuterias em cerâmica para mulheres que compõe a Cooperativa de Artesanato do Poty Velho. Atualmente a Cooperativa é composta por 32 mulheres.

Hoje mulheres artesãs já produzem as bijuterias, mas o objetivo da formação é trabalhar tendências atuais, renovar o que elas produzem e atualizá-las em relação a técnicas de pinturas em cerâmica. A ideia é que as instrutoras trabalhem em conjunto para que os desenhos desenvolvidos estejam presentes nas várias peças gerando sintonia e conexão.

“A proposta foi muito abraçada pelas artesãs. Em 2017, as artesãs da Cooperart Poty já participaram de uma formação e agora terão um aperfeiçoamento. E o objetivo é trabalhar essa técnica do mosaico em cerâmica com foco na valorização da cerâmica para agregar valor e diferenciar as peças, o que vai possibilitar colocar em prática a criatividade e identidade local através da produção dessas peças”, pontua a presidente da Fundação Wall Ferraz, Samara Pereira.

“Para nós da Cooperativa é de grande importância os cursos que a Fundação Wall Ferraz está nos proporcionando com as novas técnicas em mosaico e a nova coleção em bijuterias. Sempre é bom estar renovando nossa técnica no artesanato para levar ao público produtos com mais qualidade ainda”, diz a presidente da Cooperativa, Antônia Lisboa

Sonia, artesã, conta que sente essa necessidade de aperfeiçoamento na área. “Eu já sou artesã há muitos anos, mas acho muito importante que de tempos em tempos nós possamos participar de cursos ou oficinas que nos agregue ainda conhecimento sobre a técnica que utilizamos”, pontua.

 

Cooperart Poty velho

 

A Cooperativa de Artesanato do Poti Velho é uma organização sem fins lucrativos, que busca através da capacitação de seus associados proporcionar melhores condições de vida e bem-estar. A principal atividade exercida por seus cooperados está centrada na criação, produção e venda de peças artesanais produzidas em cerâmica.

 

Parceria da FWF com Organizações da Sociedade Civil fortalece profissionalização no município

A Fundação Wall Ferraz, que tem como missão levar profissionalização aos jovens e adultos do munícipio, desenvolve suas ações de forma direta, mas também através de parceria com Organizações da Sociedade Civil.

Uma dessas organizações parceiras é a ASA Integrar, através do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, que desde 2017 oferece cursos profissionalizantes para seus usuários. A instituição que conta com recursos da SEMCASPI para sua manutenção oferece também serviços de orientação e acompanhamento familiar e busca a inclusão socioprodutiva de seus beneficiários.

Na segunda quinzena de abril, pessoas atendidas pelo Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos – ASA Integrar e de outras Organizações da Sociedade Civil vão ser beneficiados com cursos profissionalizantes gratuitos realizados pela Fundação Wall Ferraz.

Para a Presidente da FWF, Samara Pereira, essas parcerias fortalecem a política de profissionalização de trabalhadores. “Os cursos ofertados possibilitam a muitos teresinenses descobrirem potencialidades e desenvolverem habilidades seja através de atividades autônomas e empreendedoras ou mesmo através da colocação no mercado de trabalho formal. Desta forma, cada vez mais a Fundação Wall Ferraz coloca em evidência a importância de oferecer oportunidade para que as pessoas melhorem suas condições de vida”, pontua.

“Desde que iniciou suas atividades, o Centro mantém parceria com a Fundação Wall Ferraz. Os resultados alcançados com a parceria tem sido bastante positivos e tem favorecido a preparação dos jovens que chegam ao serviço sem qualquer tipo de qualificação profissional requerida pelo mercado”, destaca a Coordenadora Técnica do SCFV, Cristiane Andrade.

Todos os cursos ofertados pela Fundação Wall Ferraz são gratuitos e garantem capacitação de qualidade aos teresinenses, principalmente jovens e adultos de baixa renda, fomentando a inclusão socioprodutiva, geração de renda e melhoria de qualidade de vida.