Curso está capacitando 25 mulheres na produção de biscoitos e elas já sentem mudança na renda

Um curso de biscoitos caseiros está modificando a vida de 25 mulheres moradoras do povoado Soinho, zona rural de Teresina. A capacitação faz parte do Projeto Social Entre Laços, que é uma parceria da Fundação Wall Ferraz, Secretaria Municipal de Politicas Públicas para Mulheres e o Grupo Mulheres de Negócios.

Em visita à Casa de Trabalho Rotary, o presidente da Fundação Wall Ferraz, James Guerra, destaca que esse tipo de curso leva novas perspectivas de vida, principalmente para mulheres que precisam incrementar a renda da família.

“O objetivo da Fundação Wall Ferraz é levar formação profissional às diferentes comunidades, inclusive na zona rural de Teresina. Tornando assim, acessíveis novas oportunidades de melhoria de vida através do aprendizado, conhecimento e capacitação profissional, de modo que depois de qualificados os trabalhadores tenham novas perspectivas de inserção no mercado, seja através da iniciativa individual ou através da inserção no mercado de trabalho formal. Todos os cursos ofertados pela FWF são gratuitos e visam à inserção dos teresinenses no mercado de trabalho”, afirma James Guerra.

A superintendente executiva da FWF, Samara Pereira, comenta sobre a força de vontade das mulheres beneficiadas com o curso. “O trabalho da fundação é comprometido com a população de Teresina. Elas devem buscar cada vez mais qualificação profissional e a Fundação coloca-se a disposição na oferta de novos cursos e o que pudermos fazer para o bem da comunidade, faremos”, diz.

A aluna Nádia Nascimento, 32 anos, afirma que satisfeita com a qualidade do material didático e metodologia da instrutora. Segundo ela, todas as 25 beneficiadas são mães de família que necessitam de uma oportunidade como essa e, mesmo ainda sem terem concluído o curso, já estão vendendo e recebendo encomendas. “O projeto é montarmos uma cooperativa. Essa ideia surgiu a partir do inicio do curso, pois a procura está sendo muito grande pelos biscoitos aqui na região e solicitamos que sejam realizados novos cursos na comunidade, comenta.

A instrutora Socorro Rufino observa que os resultados da capacitação já podem ser vistos. “Estamos somando esforços com elas, formando mão de obra qualificada através de ações da Fundação Wall Ferraz para oferecer o que é de melhor para a comunidade e os resultados já estão sendo percebidos dentro do povoado”, afirmou a instrutora, que já está na FWF desde 1990.